domingo, 26 de abril de 2015

A BICICLETA COMO OPÇÃO

25/04/15, 07:44

O trânsito de Teresina cresceu além do que a cidade esperava ou para o qual tinha sido planejada, tornando absolutamente estressante o simples deslocamento de um ponto a outro. Uma das alternativas pensadas para fugir aos constantes congestionamentos é o sistema viário para bicicletas. Atualmente, Teresina dispõe de 24,15 km de ciclovias e 25,85 km de ciclofaixas, aquelas faixas vermelhas pintadas do lado direito da pista para uso dos ciclistas. Ainda é muito pouco diante da extensão territorial da cidade. Mas a Secretaria Municipal de Planejamento está elaborando o Plano Diretor Cicloviário, que encontra-se em fase de diagnóstico. A ideia é definir um padrão viário para bicicletas em função da demanda existente. Já está previsto no PAC (Programa de Aceleração de Crescimento) Mobilidade o investimento para a construção de mais 22 km de ciclovias. O uso da bicicleta como alternativa para fugir ao trânsito caótico dos grandes centros não é mais novidade. Na Europa, essa opção já vem sendo adotada há algum tempo com sucesso. Em Londres, existe um projeto, ainda não aprovado, de utilizar túneis subterrâneos de estações de metrô abandonadas para criar uma ciclovia por baixo da terra, onde qualquer pessoa poderia alugar uma das bicicletas públicas da cidade, que custam uma libra por pessoa por dia ou 50 libras por ano. Chamado de London Underline, o projeto utiliza principalmente o trecho das estações do centro da cidade, incluindo também alguns túneis que ligavam abrigos anti-bombas durante a Segunda Guerra. É bem verdade que o clima europeu ajuda. Aqui em Teresina o sol forte desencoraja as pessoas a trocarem o conforto do carro pelo esforço da bicicleta. Os que se aventuram a pedalar pela cidade, em boa parte, o fazem como prática esportiva à noite ou aos finais de semana. Ainda assim, muitos trabalhadores que não dispõem de dinheiro para comprar um carro ou motocicleta poderiam usar mais a bicicleta se tivéssemos mais estrutura urbana para que eles pudessem circular com segurança.

fonte: http://cidadeverde.com/claudiabrandao/67791/a-bicicleta-como-opcao

Nenhum comentário: