sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Amesterdão equaciona construir parques de estacionamento subaquáticos para bicicletas


Para fazer face ao número crescente de velocípedes, a capital holandesa está a planear a construção de uma garagem subaquática e ilhas flutuantes.


16:52 Quinta feira, 26 de Fevereiro de 2015 |



Andar de bicicleta tornou-se tão popular em Amesterdam, que a cidade está a ponderar construir garagens subaquáticas e flutuantes para responder ao aumento da procura de estacionamento.

A cidade europeia do ciclismo, como é conhecida, anunciou planos para a construção de uma garagem de bicicletas, debaixo de água, no rio Ij. O novo espaço de estacionamento, adjacente à Estação Central, faria a ligação subaquática entre as linhas ferroviárias e o metro. Também seriam construídas duas novas ilhas flutuantes, com espaço para 2000 bicicletas. Caso seja empreendido, o projeto estaria concluído por volta de 2020.

Existem 881 mil bicicletas em Amesterdam onde vivem 810 mil habitantes, porém, os lugares de estacionamento são apenas 400 mil. O estacionamento é especialmente difícil em grandes centros de trânsito, tais como estações de comboio, não só em Amesterdão como também noutras cidades holandesas.

O estacionamento indevido das bicicletas obriga à sua remoção, com uma multa que pode chegar até aos 70€ por velocípede. Só durante o ano de 2013 foram removidas 73.000 bicicletas pelas autoridades. Em 2012 já tinham sido anunciadas leis de estacionamento mais rígidas para evitar o abandono das bicicletas em locais turísticos por mais de 14 dias.

A bicicleta é usada diariamente por mais de metade dos habitantes de Amsterdam.


Ler mais: http://visao.sapo.pt/amesterdao-equaciona-construir-parques-de-estacionamento-subaquaticos-para-bicicletas=f811284#ixzz3SzFofLUn

Nenhum comentário: