quarta-feira, 18 de junho de 2014

Ciclovia da orla da Lagoa da Pampulha será reformulada logo após a Copa

A reformulação foi discutida na Câmara Municipal, em audiência pública
Estado de Minas
Publicação: 17/06/2014 08:42 Atualização: 17/06/2014 08:55
Atualmente, as ciclovias cobrem os 18 quilômetros da orla da Pampulha. Em 11 quilômetros, o espaço destinado para os ciclistas fica na mesma altura do passeio, nos outros sete, os ciclistas ficam na rua em uma pista exclusiva ao lado dos carros
A ciclovia da orla da Lagoa da Pampulha será reformulada logo após a Copa do Mundo. A Prefeitura de Belo Horizonte enfrentou críticas por causa do formato escolhido para o espaço reservado aos adeptos do pedal - atualmente às margens da rua, próximo a passagem dos carros. Este é o principal ponto questionado pelos ciclistas que apontam a falta de educação de alguns motoristas, aumentando os riscos de acidentes.

As propostas de reformulação da ciclovia foram debatidas na Câmara Municipal, nessa segunda-feira, em audiência pública promovida pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário, por requerimento do vereador Pablo César “Pablito” (PV).

Entre os problemas apontados por ciclistas estão desgaste na sinalização, existência de bueiros com grelha vertical e de blocos de concreto separando a ciclovia da rua (estruturas que favorecem quedas), além das dimensões limitadas da largura da pista, que em alguns trechos torna impossível a passagem de duas bicicletas ao mesmo tempo.
Os vereadores Adriano Ventura (PT) e Pablito defenderam a requalificação do espaço, uma vez que a adequação da infraestrutura afeta a segurança de pedestres e ciclistas. Para Ventura, a situação ideal envolveria, inclusive, a reconstrução, do zero, de partes importantes das vias.
Atualmente, as ciclovias cobrem os 18 quilômetros da orla da Pampulha. Em 11 quilômetros, o espaço destinado para os ciclistas fica na mesma altura do passeio. No restante do percurso, no entanto, em as bicicletas devem andar no mesmo nível do asfalto, sendo separadas da pista de rolamento por blocos de concreto. Nesse ponto, os acidentes ocorrem com frequência, sobretudo nos dias de maior fluxo.

Resposta da prefeitura
Para fazer frente ao problema, uma das possíveis soluções seria a elevação das ciclovias, que passariam a ficar, em todo entorno da lagoa, na altura do passeio. Segundo representantes do Executivo, que estiveram na audiência, a proposta é que as obras se iniciem depois da Copa do Mundo.

Antes, no entanto, a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) precisa realizar estudos para desenvolver o projeto da intervenção, cujo planejamento e implementação será realizada em parceria com a BHTrans e a Regional Pampulha.

Ciclistas de alta performance

Além de ser usada para passeio de ciclistas e pedestres, a orla da lagoa recebe, há décadas, ciclistas de alta performance, que treinam às margens da represa. Atletas que fazem uso da pista de rolamento reclamam da falta de respeito de motoristas, o que agrava o risco de acidentes.

Segundo a prefeitura, placas de sinalização que explicam que faixa é usada por ciclistas em treinamento foram colocadas no local e novas serão instaladas. Além disso, uma campanha educativa será desenvolvida após a criação do projeto que vai modificar a infraestrutura cicloviária da região.
http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2014/06/17/interna_gerais,540022/ciclovia-da-orla-da-lagoa-da-pampulha-sera-reformulada-logo-apos-a-copa.shtml

Nenhum comentário: