terça-feira, 1 de abril de 2014

Brasil conquista o Pan-Americano de Ciclismo de Montanha

Luiz Cocuzzi vai ao pódio na sub-23 e o País garante a vitória geral da competição, disputada em Barbacena (MG)

por Portal BrasilPublicado31/03/2014 12:39Última modificação31/03/2014 12:39
A cidade de Barbacena, no interior de Minas Gerais, recebeu, neste fim de semana, o Campeonato Pan-Americano de Ciclismo de Montanha. Com a participação de 800 ciclistas, de 17 países, os brasileiros mostraram a força do ciclismo nacional. A delegação nacional conquistou o título geral da competição ao alcançar 34 pódios, sendo dez medalhas de ouro, 12 de prata e 12 de bronze. A segunda colocação geral ficou com a Colômbia, seguida pela argentina.
“Tivemos a satisfação de receber os principais ciclistas das Américas no Brasil para participar do Pan-Americano. Estamos contentes em encerrar a competição com a primeira colocação geral. Isso comprova a qualidade dos nossos atletas, que se prepararam e fizeram o possível para obter excelentes resultados. Estamos trabalhando no caminho certo. Toda a delegação está de parabéns”, avaliou o presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), José Luiz Vasconcellos.
No último dia de competição, as provas das categorias Sub-23 e Elite do MTB XCO encerraram a programação do evento neste domingo (30). O principal destaque brasileiro foi Luiz Henrique Cocuzzi, que completou a prova Sub-23 na segunda colocação, garantindo a prata para o Brasil.
“Fiz o possível para vencer a corrida, mas, infelizmente, senti câimbras nas últimas duas voltas e isso prejudicou a minha prova. Terminei com aquele gostinho de que poderia ter vencido. De qualquer forma, estou muito feliz com a prata. Quero aproveitar para agradecer a CBC pelas iniciativas e projetos direcionados para o MTB. Essas ações são excelentes para a nossa evolução” afirmou Cocuzzi.
Elite
Já a disputa da Elite masculina distribuiu adrenalina e emoção por todo o público presente por meio de uma disputa acirrada entre os principais atletas das Américas. O ritmo foi alucinante desde o inicio, com os brasileiros largando nas primeiras filas. Ainda nas primeiras voltas, os ciclistas do Canadá, Estados Unidos e Colômbia decidiram forçar o ritmo, formando um grupo de líderes com cinco ciclistas, entre eles o brasileiro Henrique Avancini.
Avancini chegou a liderar boa parte da prova, mas depois de se envolver em um pequeno acidente, ainda teve problema mecânicos e teve que se contentar com a 11ª colocação. O melhor brasileiro foi Ricardo Pscheidt, concluindo na sexta posição. “O ritmo da prova foi bastante forte. Apesar de não conseguir fazer uma boa largada, aos poucos fui conseguindo estabelecer o meu ritmo e passei a ganhar posições. Estou alegre de poder ter sido o melhor brasileiro”, declarou Pscheidt.
A medalha de ouro ficou com o americano Stephen Ettinger, após concluir, debaixo de muita chuva, os 33,9km com 1h44min08s. A prata foi para o colombiano Fabio Castanheda a 59s e o bronze com o canadense Raphael Gagne a 1min03s. Na Elite feminina, a vitória ficou com a mexicana Daniela Campuzano (ouro), que terminou com 38s de vantagem sobre a segunda colocada, a canadense Mikaela Kofman (prata), e 1min17s sobre a americana Mary McConneloug (bronze).

Nenhum comentário: