terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Braga regressa à Volta a Portugal 42 anos depois

17/02
Quarenta e dois anos depois, Braga recebe novamente uma chegada da Volta a Portugal em bicicleta, tendo já garantida para a edição de 2015 a partida de uma etapa.
DESPORTO
Braga regressa à Volta a Portugal 42 anos depoisring ServicesSegundo o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, o regresso da cidade aos percursos da maior prova de ciclismo do país faz parte de "uma estratégia política mais abrangente", que procura "colocar Braga no mapa do desporto" em Portugal.PUB
Em 2015, está já assegurada a partida de uma etapa desde Braga. O município avaliará depois o retorno dos dois anos para decidir o prolongamento da ligação da cidade com o evento.
É a 18.ª vez, em 76 edições, que Braga integra a Volta a Portugal, mas com um interregno de 42 anos.
Na prova dispoutada em agosto de 1972, Firmino Bernardino, do Sporting, venceu a etapa bracarense, mas quem partiu de amarelo no dia seguinte, também de Braga e pela primeira vez na sua carreira, foi Venceslau Fernandes, vencedor da Volta a Portugal em 1984, que hoje marcou presença no Salão Nobre dos Paços do Concelho, onde decorreu a conferência de imprensa.
O diretor da "Volta", Joaquim Gomes, recordou que Braga tem uma forte tradição na prova, remontando à primeira edição, em 1927.
"É uma grande aposta da organização, porque Braga é uma das capitais de distrito mais importantes do país, um dos municípios notáveis da Volta a Portugal, com uma história impressionante, que não podia ficar muitos mais anos de fora", disse.
O presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), Delmino Pereira, destacou o facto de o "ciclismo ser mais do que um desporto, é um polo de atração turístico".
"Já estou a ver o helicóptero a sobrevoar o Sameiro e o Bom Jesus e toda a gente a poder ver como a cidade cresceu", exemplificou.
Ainda não se sabe ao certo a localização da chegada, mas Joaquim Gomes garantiu que será na primeira semana da prova, num local que permita a presença de milhares de pessoas.
Ricardo Rio falou num investimento da autarquia de "algumas dezenas de milhares de euros", mas espera que o retorno seja muito maior: "desde logo, o retorno direto, pela mera presença de milhares de pessoas da envolvência da Volta a Portugal, os hotéis estarão praticamente lotados, a restauração também, e há ainda a levar em conta a projeção da marca [de Braga]. Será um investimento que será largamente ultrapassado pelos benefícios que irá gerar", disse.
Joaquim Gomes citou um estudo que estima em cerca de 80 milhões de euros o retorno financeiro global para marcas e municípios que recebem a "Volta", o que, em média, dita cerca de 1,5 milhões para cada cidade.
http://www.noticiasaominuto.com/desporto/175718/braga-regressa-a-volta-a-portugal-42-anos-depois#.UwNx4WJdXN8

Nenhum comentário: