segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Bicicletas são principais causas de fraturas de face em crianças

04/01/2014

Papai Noel deixou bicicletas para muitas crianças durante o Natal. Porém é necessário que os pais tenham muita atenção, pois, apesar de ser vista como um brinquedo, a “bike” é um meio de transporte e, portanto, exige medidas de segurança para ser utilizada, de acordo com as leis de trânsito. Em hospital da Rede Fhemig é crescente o número de ciclistas de zero a 12 anos envolvidos em acidentes.
Segundo a pediatra Tatiane Miranda, a maioria das crianças que se envolvem em acidentes desse tipo tem entre sete e 11 anos e muitas vezes colide com veículos, muros e postes ao perder o freio na descida de ladeiras. “É importante fazer frequentemente a manutenção da bicicleta e checar freios e pneus antes de usá-la. Levar os pequenos na garupa sem o devido cuidado também é extremamente perigoso. Normalmente, as vítimas nesse tipo de caso são ainda menores”, alerta.
Outro fator que deve ser observado é o lugar onde a criança brinca. A pediatra destaca que a rua não é o local adequado para os pequenos ciclistas se aventurarem com suas bicicletas, a não ser que ela tenha ciclovias. “A atividade deve ser realizada em espaços públicos destinados ao lazer, como parques e praças, sempre com a supervisão de um adulto”, frisa.
De acordo com Tatiane, os traumas que geralmente resultam desse tipo de ocorrência são os de face, crânios e quebra de mandíbula e maxila, além de fraturas de membros, em decorrência de queda sobre braços e pernas.
Segundo estudo realizado pela Universidade de Campinas, acidentes com bicicletas são os que mais causam fraturas em rostos de crianças (30% dos casos reportados) e o Brasil está acima da média mundial em acidentes graves que causam esse tipo de trauma. Também foi observado que os meninos de seis a 18 anos representam 79% dos casos de trauma de face entre crianças e adolescentes. Em se tratando dos casos em que o menor está na garupa, são frequentes lesões nos pés, provocadas pelo aro da roda da bicicleta, principalmente quando a criança está descalça.
Para evitar acidentes, é recomendável fazer com que a criança calce um sapato fechado ao invés de sandálias, chinelos ou nenhum calçado. Em caso de acidente, a primeira providência é tentar evitar que o ferimento se suje, envolvendo o mesmo em um pano ou faixa limpa.

Nenhum comentário: