sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Andar de bicicleta emagrece

Afinal, o que é emagrecimento?




É muito comum entre os praticantes de exercício físico o comentário do tipo "estou emagrecendo" ou, então, "não consigo emagrecer com a malhação". Portanto, necessitamos saber o que vem a ser o termo na sua definição correta. 

De uma forma muito simplista o emagrecimento é entendido como a redução do percentual de gordura corporal, seja ela do tipo subcutânea (localizada entre os músculos e a pele) ou até mesmo na sua forma visceral (gordura mais profunda e perigosa, localizada entre os órgãos internos). Entretanto, o emagrecimento também se dá pelo aumento da massa muscular (conhecido como hipertrofia). Podemos conciliar esses dois fatores através de treinamentos sérios que respeitem a sua individualidade biológica e desenvolvam o seu condicionamento físico, sempre amparados por um profissional de educação física. Seguindo essa linha de pensamento você se torna uma pessoa mais saudável e com menos riscos de desenvolver patologias associadas ao sedentarismo.

Sendo assim, é possível que qualquer praticante de exercícios físicos consiga emagrecer sem que modifique a sua massa corporal ou peso na balança, porque aumenta-se a quantidade de músculos e diminui-se o tamanho das células adiposas ou gordurosas através de exercícios específicos para tal mudança na composição corporal (ginástica localizada, musculação, "tiros anaeróbios" na esteira ou bicicleta). É fundamental que ocorra o trabalho multidisciplinar entre os especialistas de educação física e nutrição, no sentido de elaborar estratégias viáveis e seguras para acelerar o processo de emagrecimento.

O inverso é verdadeiro quando cometemos o erro de elaborar, por conta própria ou por modismos, dietas radicais que tendem a deixar o organismo carente de nutrientes e vitaminas essenciais para o seu funcionamento ideal (homeostase). Sem a proporção adequada de carboidratos, gorduras e proteínas ocorre a perda acentuada de massa muscular e a redução do metabolismo. Nessa relação você perde peso, mas não emagrece. Como conseqüência você gasta menos energia para manter-se vivo.

CUIDADO! 
A dica é sempre treinar com assiduidade, respeitar a dieta e descansar adequadamente para melhor qualidade dos objetivos estimados. Não se esqueça da avaliação e reavaliação física para a comparação dos resultados obtidos no seu treinamento.

Nenhum comentário: