terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Duatlo é a grande oportunidade para quem gosta de correr e pedalar



Diferente do triatlo que começa com a natação, o duatlo começa com a corrida. Uma grande oportunidade para quem gosta de correr e pedalar.


Esse esporte é uma grande oportunidade para quem gosta de correr e pedalar. Diferente do triatlo que começa com a natação, o duatlo começa com a corrida. Um trecho de ciclismo vem logo depois, e uma segunda corrida completa o evento. De acordo com a União Internacional de Triatlo (ITU), existem 3 principais distâncias de Duatlo:

Sprint: 5km corrida – 20km ciclismo – 2,5km corrida.
Standard: 10km corrida – 40km ciclismo – 5km corrida
Long distance: 10km corrida – 150km ciclismo – 30km corrida

Entretanto, talvez por questões de logística dos eventos, algumas provas de duatlo possuem distâncias parecidas com as oficiais. O Campeonato Estadual de Duatlo do RJ, por exemplo, é disputado nas distâncias 4,2km de corrida – 16,8km de ciclismo – 2,1km de corrida. É realmente um prova muito rápida e disputada. E logo após existe uma prova direcionada aos iniciantes com as distâncias de 2,1km de corrida – 4,2km de ciclismo – 2,1km de corrida.
ciclismo (Foto: Getty Image)ciclisNão precisa ser fera no ciclismo para fazer o duatlo (Foto: Getty Image)

O vácuo é permitido na maioria das provas, e um dos maiores objetivos para todos os duatletas é minimizar a queda de ritmo entre a primeira etapa de corrida e a segunda. Isso faz com que uma estratégia apurada, principalmente na parte do ciclismo, seja determinante para quem compete pensando em performance e tempo. Vale lembrar que quando você pedala no vácuo (logo atrás) de outro ciclista ou de vários, menos energia é despendida nesse processo e mais energia fica disponível para a segunda corrida da prova, que é geralmente onde as posições são decididas. Equilibrar esse gasto energético e não chegar destruído no final é um processo de aprendizagem que pode custar algumas provas.
Se você já é corredor e gosta de pedalar, talvez devesse experimentar o duatlo. Você não precisa ser nenhum craque do ciclismo para se divertir com esse esporte. Claro que você não deve pegar a sua bicicleta e pedalar 15 ou 20 km logo de cara, mas se investir dois dias de bicicleta por semana, logo vai conseguir pedalar cerca de 40 minutos com algum conforto. E se consegue pedalar esse tempo, já pode, com sobras, completar a prova, mesmo que no dia isso te custe um pouco mais de tempo. E se você só consegue pedalar no final de semana, aula de spinning durante a semana vale como treino. O ciclismo é, de fato, uma atividade mais suave para as articulações, mas como na corrida, vá progredindo aos poucos.
Assim como no triatlo, as transições entre os esportes são emocionantes. Os atletas mais rápidos sobem em suas bicicletas ou calçam seus tênis num piscar de olhos e pode-se ganhar ou perder tempo de forma definitiva aqui. E a segunda transição (da bicicleta para a corrida) é a mais dura, pois o duatleta já está na parte final da prova e correr depois de pedalar é consideravelmente mais difícil, principalmente se você quiser fazer isso tudo rápido.
Mas se você está ali só para completar, faça as transições com calma. Beba alguma coisa e respire para pensar com clareza. Perder alguns segundos aqui pode significar minutos a menos lá na frente. Se possível, tente fazer um treino das duas modalidades juntas pelo menos a cada duas semanas. No primeiro treino, pedale primeiro e corra depois, e no próximo inverta a ordem. Se você for com calma, verá que completar esse desafio do duatlo (nas distâncias menores) não é tão difícil. Difícil é chegar com a galera da frente.

Visite a página: http://www.triathlon.org.br/
Siga o Eu Atleta também no Instagram: @euatleta
* As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do Globoesporte.com / EuAtleta.com.
Gustavo Luz Távora (Foto: Editoria de Arte / EUATLETA.COM)

Nenhum comentário: