segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Escândalo financeiro afasta diretor do Giro da Itália de ciclismo

Um rombo de cerca de 13 milhões de euros no livro de contas da RCS Sport, empresa responsável pelo Giro da Itália de ciclismo, comprometeu a credibilidade da prova. O diretor Michele Acquarone é um dos principais suspeitos e foi afastado do cargo. Uma auditoria interna será feita para descobrir em qual lugar esse dinheiro foi parar.

Nenhum comentário: