quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Colecionador tem 152 bicicletas de modelos diferentes e históricos no RS






Crianças preferem os triciclos, já os adultos se encantam com raridades.
Bicicleta fabricada em homenagem a Pelé é um dos destaques da coleção.

A bicicleta já disputa espaço com os veículos nas ruas engarrafadas de muitas cidades do Rio Grande do Sul, que é o quinto estado com o maior número de carros circulando pelas vias. Em Getúlio Vargas, na Região Norte do estado, um colecionador mantém 152 bicicletas de diversos modelos. Algumas são bastante esquisitas. As crianças preferem os triciclos. Já os adultos gostam mesmo é das raridades.
"Ele faz, na verdade, um resgate histórico de um dos veículos mais utilizados ao longo dos tempos", disse o advogado Jeison Weber. "Eu lembrei dos meus tempo de infância, recordando, é uma nostalgia", disse o aposentado Antônio Ildebrandi dos Santos.
A paixão do colecionador Paulo Müller por bicicletas iniciou aos 15 anos. Algumas bikes chamam a atenção pelo modelo, como uma que serve para duas pessoas. Outras pela originalidade, como a Monark Rei Pelé, fabricada na Copa do Mundo de 1966. Ou então as especiais para corrida, como a de 12 marchas, que pode custar até R$ 4 mil.
"Eles vêm oferecer, às vezes a gente vai atrás, compra uma daí o vizinho indica outra, e daí a gente vai juntando, corre atrás, garimpa", disse o colecionador.
As bicicletas raras são as preferidas entre os adultos. Uma delas é o modelo Hércules Inglesa, fabricada em 1932 usada em pequenos passeios.
"Passa uma infância inteira pela cabeça. Chega ser emocionante ver essas relíquias", disse a fotógrafa Michele Bianchi.

Nenhum comentário: