sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Ciclistas se arriscam pegando carona em veículo

15/08/2013

A reportagem do JU flagrou um ciclista pegando carona em um veículo
 Sandro Neves
Ciclista foi flagrado arriscando a própria vida ao pegar “carona” na lateral do veículo Fiat Pálio em movimentada via da cidade, acompanhando a velocidade do veículo. Estatísticas do Atendimento Móvel de Urgência (Samu) apontaram uma situação de alerta para as pessoas que utilizam a bicicleta como meio de locomoção. Em 2011 foram registrados quase 170 acidentes envolvendo ciclistas. E apenas nos dois primeiros meses de 2012 foram 21 acidentes.

Conforme o chefe da seção de Educação no Trânsito, Hélio Reis dos Santos, da Secretaria de Trânsito e Transportes Especiais e Proteção de Bens e Serviços Públicos (Settrans), como na cidade não há ciclovias não é difícil flagrar a imprudência dos ciclistas atravessando ruas com o semáforo fechado ou andando em lugares impróprios como, por exemplo, em cima da calçada – que é local para o tráfego de pedestres –, e circular pela contramão de direção. “O uso de equipamentos nas bicicletas é fundamental, pois a bicicleta é um veículo vulnerável e precisa de equipamento para facilitar que as outras pessoas no trânsito a vejam. “Caso contrário, o risco de acidente se torna maior. Além dos equipamentos obrigatórios, outros acessórios podem ajudar ainda mais. Os acessórios obrigatórios são os iluminadores que ficam nos pedais e nas rodas, já os opcionais são os faróis que piscam e podem ser colocados na dianteira e traseira da bicicleta, a buzina e os retrovisores”, orienta.

Hélio alerta que os ciclistas ignoram o fato de que um descuido mínimo pode terminar  em um acidente grave e até em morte. “O desrespeito dos usuários das vias públicas está entre as principais causas da violência no trânsito. A orientação da Secretaria de Trânsito é que os motoristas parem seus veículos sempre que perceberem que há pessoas pegando carona. Muitas colisões ocorrem em cruzamentos de ruas. A forma mais segura de se passar por um cruzamento é a pé, carregando a bicicleta ao lado. Se o ciclista não quiser fazer dessa forma, deve ficar atento aos veículos que estão trafegando na pista. Sempre trafegar na pista de rolamento junto ao meio-fio à direita e evitar vias de movimento intenso”, sugere.

Nenhum comentário: