segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Bike repórter divulga esporte

Disseminando a prática do esporte pelo Brasil e o mundo, a bike repórter defende o uso da bicicleta desde a infância
ANDERSON SILVAFalzoni aproveitou para pedalar nas ruas de Manaus
Amante da “magrela” e defensora há mais de três décadas do uso da bicicleta, a video repórter e apresentadora do programa que leva o próprio nome - “Aventuras com Renata Falzoni” - que vai ao ar no canal ESPN Brasil, está em Manaus, onde participou como palestrante na abertura do 2º Fórum de Bicicletas Manaus e hoje estará pedalando pelas ruas da capital, encerrando a edição.
Disseminando a prática do esporte pelo Brasil e o mundo, a bike repórter defende o uso da bicicleta desde a infância. “O importante é incentivar a entrada da criança desde a infância. Assim, certamente ela vai buscar mecanismos para voltar a pedalar na fase adulta. Tanto é que isso é um dos legados olímpicos de Londres, que passou a ter cinco escolas de BMX”, disse Falzoni.
Outro fator de advertência para uma pedalada de eficácia visando a saúde e qualidade de vida é a questão do respeito dos motoristas. “Os motoristas precisam respeitar os ciclistas. Mas isso é um fator social que precisa ser mudado. Pedalar é um esporte, mas precisamos cada vez mais de boa educação e respeito. A bicicleta é um instrumento para formar cidadãos”, acredita.
Com os cabelos vermelhos assim como a companheira de duas rodas, que já rodou o mundo em mais de 27 países, Renata aproveitou o momento na cidade para fazer o que tanto ama: pedalar. “Desde os cinco anos de idade eu pedalo, hoje uso a bicicleta como meio de transporte. Tenho carro, mas uso apenas em alguns momentos. Em São Paulo não dá para pedalar em todos os lugares e é preciso usar o carro”, declarou.

No proximo dia 30, Falzoni lança o site www.bikeelegal.com.br, onde abordará o uso da bicicleta em vídeos e textos. “Estou me dedicando muito a este projeto. O site vai estar dentro do portal da ESPN. Iremos abordar os assuntos sobre o uso da bicicleta no esporte, como transporte, no lazer e na lei. Ainda estaremos aceitando contribuições em fotos, textos e vídeos das pessoas do Brasil e mundo que amam pedalar”, afirmou a aventureira.

Nenhum comentário: