quarta-feira, 3 de julho de 2013

Vaughters diz que o mais difícil é admitir o erro para a mãe


Ex-companheiro de Lance fala sobre o doping
Ex-companheiro de Lance Armstrong na US Postal e atual comandante da Garmin-Sharp, Jonathan Vaughters foi outro antigo ciclista a falar sobre o doping. O norte-americano declarou, em entrevista ao jornal francês 'L'Équipe', que o mais difícil é confessar o uso de substâncias proibidas para a própria mãe.

Arrependido de ter feito uso de substâncias proibidas, Vaughters garante que sua equipe está limpa e que a única maneira do esporte mudar é com os atletas reconhecendo seus erros.

"Acredito em segunda oportunidade, mas não na terceira", disse Vaughters, que ainda afirmou que a prática do doping no final da década de 90 era muito comum.

"Por que o trabalho da Usada foi tão fácil no caso Armstrong? Porque havia muitas testemunhas. Ele injetou EPO diante de mim! Não se escondia", revelou o ciclista que não mantinha relação de amizade com Lance e que testemunhou contra o antigo heptacampeão do Tour. Apesar disso, afirmou que voltaria a se reconciliar com Lance.

Nenhum comentário: