quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Pedalar entre Rio Grande-Cassino é risco de vida




Os ciclistas de Pelotas, após a implementação da ciclofaixa da Av. Ferreira Viana, mesmo que ainda tenha vários problemas a serem corrigidos, ainda podem se sentir em situação de privilégio por ter, mesmo que minimamente, um espaço reservado a eles para poder curtir as belezas de nossa Lagoa dos Patos e ainda fazer um bem à saúde mental e física. E tudo isso sem colocar um carro a mais nas ruas, o que diminui os ruídos, a poluição do ar, o sentimento de insegurança de pedestres e ciclistas, e ainda serve de exemplo de prática saudável aos demais cidadãos.

Na cidade de Rio Grande, a quem deseja contemplar as belezas da praia do Cassino de bicicleta, as coisas não procedem da mesma maneira. Apesar de tantos “ensaios” políticos ao longo de 7 anos, ainda não se alcançou um resultado prático e eficiente em apoio à qualidade de vida da população riograndina. Passear de bicicleta entre Rio Grande/Cassino ainda significa um risco iminente de vida.

Após muitos acidentes, um grupo de cidadãos interessados em “mudar o rumo dessa prosa”, resolveram colocar as suas habilidades pessoais em prol do bem comum, expressando suas indignações frente à esta hostil e descompromissada forma pela qual o governo local vem tratando seus cidadãos.

Segue abaixo, o vídeo-documentário produzido por Wagner Passos, mestrando em Educação Ambiental pela FURG/Rio Grande, retratando alguns detalhes importantes desta situação.
FONTE: http://www.pedalcurticeira.com.br/pedalar-entre-rio-grande-cassino-e-risco-de-vida/

Nenhum comentário: