quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Índio da Costa é o Novo Secretário de Esporte e Lazer do Município do Rio de Janeiro


     O novo secretário da SMEL assumiu recentemente, mas já articula com o Prefeito Eduardo Paes para que o Rio de Janeiro não fique sem Velódromo nos próximos três anos, desistindo assim do sonho olímpico nesta modalidade que contempla 30 medalhas a cada ciclo.
     A FECIERJ foi convidada na última segunda feira, para uma reunião com a equipe do atual secretário, tendo como pauta, uma solução imediata para a demolição do único Velódromo do Rio, que também é o único com piso de madeira e coberto em todo território nacional (sendo assim o único capaz de abrigar um projeto para alto rendimento).
     A solução apresentada pela equipe do atual secretário nos agradou muito, a idéia é levar nosso Velódromo para o Complexo da Maré (mais precisamente ao lado da Vila Olímpica da Maré), e dar continuidade nos atuais projetos desenvolvidos no mesmo (seis), resgatando assim o sonho de uma medalha olímpica na pista em 2016.
     Teríamos ainda a construção de uma Pista de BMX Super Cross nas proximidades, o que seria fantástico, pois esta é uma modalidade olímpica que não possui uma pista sequer em todo o Brasil, e nossos atletas precisam ir até a Argentina para realizar seus treinamentos. Em contra partida, a FECIERJ irá desenvolver os mesmos projetos que foram desenvolvidos na pista (nos últimos quatro anos), nesta modalidade (Super Cross).
     Estamos todos em estado de euforia com esta nova possibilidade para o fortalecimento do Ciclismo em nosso Estado, resta saber se o nosso secretário terá argumento suficiente para convencer o Prefeito do Rio nesta  história desgastante que todos torcemos para que tenha um final feliz...
     Nossa parte já feita, a FECEIRJ enviou em prazo recorde (48 horas) todos os projetos solicitados na execução desta ação dupla que pode salvar de uma só vez, duas modalidades olímpicas que contemplam juntas nada menos que 36 medalhas (a cada ciclo), vamos juntos  torcer para que todos os envolvidos tenham bom senso, e nos permitam trabalhar forte nos próximos quatro anos na busca incessante dos nossos maiores objetivos.
     Juntem-se ao nosso pelotão, todos unidos pela mesma corrente, porque somente juntos, podemos muito mais!

Claudio Santos

Nenhum comentário: