sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Guia do ciclista iniciante em três passos




O texto de hoje é um guia de três passos para você começar a andar de bicicleta. Por lazer ou meio de transporte, o ciclismo trás vários benefícios para a saúde e para o meio ambiente. Pedalar te faz mais feliz e te ajuda a dormir melhor; combate o estresse e a depressão; melhora o seu desempenho sexual; emagrece; evita o infarto; melhora sua respiração e, além do mais, você irá contribuir para uma cidade mais respirável e prazerosa.
Bicicleta
Gostou da ideia? Então, vamos lá!
1ª passo: Compre uma bicicleta (se você já tem uma, pule para o passo seguinte)!
Para comprar uma bicicleta, em primeiro lugar, é importante que você conheça os modelos específicos para cada objetivo.
Existem pelo menos 5 tipos de bicicletas: a Mountain Bike é mais resistente e ideal para quem gosta de trilhas; a Road/Speed é mais leve e rápida, feita para estradas/ruas asfaltadas; a bicicleta híbrida é um pouco mais resistente que a Speed e é ideal para asfaltos que não estão em condições muito boas; a urbana/confort é mais confortável e você pode levar bagagens (ideal para ir trabalhar; confira aqui) e, por último, a bike de cicloturismo, com guidão alto, é resistente e muito lenta, mas possui o selin confortável para que o ciclista pedale por muitos quilômetros. Ah, se você preferir, pode também customizar sua própria bicicleta, de acordo com o seu gosto.
É importante, também, saber qual o tamanho da bike ideal para você, que será de acordo com sua altura.
Quadro
Decidido qual o tipo e tamanho da sua bicicleta, defina qual o capital disponível para sua compra. Saiba que há bikes de 600 a 40 mil reais. Claro que existem mais baratas, mas você deve levar em conta a qualidade para não ter que comprar outra e gastar o dobro do dinheiro. Em lojas de departamentos você irá encontrar preços irresistíveis para bicicletas que não durarão por muito tempo. A dica é trocar ideias em fóruns de ciclismo e testar a bike antes de comprar.
Outro lembrete importante: você deve obter os equipamentos de segurança e acessórios, que são indispensáveis! São eles: espelho retrovisor, buzina, refletivo, capacete, luva, óculos e faróis. Use roupas confortáveis e, se possível, reflexivas. Lembre-se, você deve ser visto!
Algumas lojas de BH:
2° passo: treine, treine e treine!
Antes de sair pedalando por aí, é importante que você pratique. Saiba que em BH existem lugares tranqüilos para ciclistas iniciantes.
A Lagoa da Pampulha, por exemplo, onde você pode, inclusive, alugar uma bike por 10 reais/hora (confira aqui) enquanto não compra a sua. Outro local seguro e agradável é a Av. Bandeirantes, onde você irá encontrar uma ótima ciclovia e ainda pode desfrutar do ar fresco na Praça do Papa depois da pedalada.
Agora, muita atenção. Existe uma condição para você começar a pedalar: sER um ciclista consciEnte. Já estamos cansados de falta de educação no trânsito e, além do mais, a intenção aqui é fugir do estresse, do tédio e melhorar a qualidade de vida.
Você já deve ter ouvido falar da expressão “direção defensiva”. E “pedal defensivo”, já? Pois então, os ciclistas também devem obedecer a leis e adotar atitudes seguras para evitar acidentes.
Uma regra básica é: pedestres têm prioridade sobre ciclistas; ciclistas têm prioridade sobre outros veículos. Mas não queira competir com os automóveis, dê preferência às ciclovias. No Google Maps (confira aqui) você encontra todas as ciclovias, ciclofaixas e bicicletários de Belo Horizonte.
Outra regra é: quando você precisar utilizar o espaço do pedestre (faixa, passeio ou passarela), você deve descer de sua bicicleta e empurrá-la. Assim você evita acidentes com as pessoas que estão caminhando. E mais: não pedale com fones de ouvido (pode tirar sua atenção), nem sob efeito de bebidas alcoólicas! Ser um ciclista consciente é respeitar para ser respeitado.
Agora você pode sair para treinar! Mas vai uma dica para você não pagar mico: cumprimente os outros ciclistas e se alongue para não ter câimbras e contusões.
3° passo: Faça amizades com outros ciclistas e pedale!
Pedalar é uma ótima forma de fazer amizades. Existem muitos grupos de ciclistas que se encontram regularmente. É ótimo para quem está começando, pois você poderá aprender com a experiência de quem já pedala há mais tempo. E, além do mais, fazer amizades é sempre bom, não é?
Conheça o grupo MountainBikeBH e o grupo Massa Crítica Belo Horizonte no Facebook.
A Massa Crítica é um movimento que ocorre em mais de 300 cidades ao redor do mundo, toda última sexta-feira do mês. Ciclistas se reúnem para ocupar o espaço urbano seguindo o lema: “a união faz a força”. O objetivo é mostrar que juntos, um apoiando o outro, eles podem conquistar o espaço e o respeito tão fragilizado nas grandes cidades. O ciclismo é um grande exemplo de cooperação e companheirismo e é isso que a Massa Crítica quer mostrar.
A primeira Massa Crítica de 2013 aconteceu no dia 25, sexta-feira passada, e reuniu mais de 130 pessoas. Foi uma bela celebração ao ciclismo, um rompimento a toda mecanicidade e agressividade do espaço urbano.
Confira o vídeo!
Não dá vontade de ir junto?
** Camila Marques é psicóloga, atua na área da psicologia clínica e do trânsito. Escreve no Bhaz às quartas-feiras sobre comportamento e relações sociais em contextos urbanos.

http://www.bhaz.com.br/guia-do-ciclista-iniciante-em-tres-passos/

Nenhum comentário: