quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Elber Mourão chega à Cochabamba e prova mais uma vez que a bicicleta é possível


Projeto Duas Rodas - Ribeirão das Neves à Cochabamba em 25 dias

Nesta terça-feira (26), o segundo sargento do Corpo de Bombeiros, Elber Mourão, de 37 anos, concluiu o audacioso projeto Duas Rodas - Ribeirão das Neves à Cochabamba. Isso depois de passar por duas etapas difíceis, que foi a travessia do Pantanal e a subida da estrada que segue pela Cordilheira dos Andes. Foram exatos 3.162 quilômetros de pedaladas entre Ribeirão das Neves e Cochabamba, durante 25 dias.
Assim que chegou à cidade, fez questão de visitar o Cristo de La Concordia, um grande monumento que é um dos cartões postais de Cochabamba, como forma de agradecimento por ter concluído seu projeto em segurança. Na quarta-feira (27), Elber Mourão desmontou e embalou sua bicicleta e pegou um avião até a cidade de Santa Cruz, onde irá pegar um ônibus e ir voltando aos poucos para o Brasil, visto que não há voos diretos. Ele deve chegar em casa até a próxima sexta-feira (1).
Em seu último dia de viagem, Elber acordou empolgado com a possibilidade de finalizar o projeto. “Comecei o dia animado e nem as subidas me deixavam cair o ritmo. Foram 60 quilômetros praticamente de subidas e algumas retas no topo dos vales”, relatou.
Contudo, segundo o ciclista, os últimos 40 quilômetros da pedalada foram praticamente descidas. “Estou em Cochabamba, agora não é somente mais um projeto é realidade. Quero agradecer primeiramente a Deus que me deu saúde e disposição para loucuras como essa, agradecer minha família que esteve comigo o tempo todo e a todos que de alguma forma ajudaram na realização desse sonho. Novamente foi dada a mensagem de que a bicicleta é possível. Dever cumprido”, disse o bombeiro cicloativista, assim que chegou ao seu destino.
Importante lembrar que toda a viagem foi relatada pelo aventureiro em seu blog (http://elbermourao.wordpress.com), onde foi publicado um diário de bordo, com detalhes sobre cada dia de pedaladas.  E a aventura somente foi possível graças à força e ideologia desse bombeiro que quer levar ao mundo a ideia de que cada um pode fazer um pouco pelo meio ambiente, além de melhorar a qualidade de vida, através da bicicleta, enquanto meio de transporte e prática de atividade física.
Ele também contou com o apoio dos familiares, amigos, do Corpo de Bombeiros e de seus patrocinadores: Instituto Genesis de educação, Thermotelhas, Vina, Mobiliar, Estarplac, Ricomotos, Papelaria Veneza, Academia Corpo & Arte, Transodilon e Prefeitura de Ribeirão das Neves.

Elber Mourão

Elber Mourão ficou famoso em Belo Horizonte quando, em 2010, realizou uma grande viagem para Buenos Aires, na Argentina, de bicicleta. Agora, três anos depois ele vive outra aventura. Dessa vez, irá concluir uma pedalada de mais de quatro mil quilômetros até a cidade de Cochabamba, na Bolívia.
A partida do projeto aconteceu no dia 2 de fevereiro. Em dias comuns, ele segue uma rotina de pedaladas, trabalhando no Pelotão do Corpo de Bombeiros e utilizando a bicicleta como meio de transporte a qualquer lugar que precise ir. “O que é uma constante há muitos anos quando me tornei um cicloativista”, completou.
Elber Mourão afirma que o grande objetivo da viagem é falar novamente para toda a sociedade que é perfeitamente viável trocar os veículos automotores por alternativas que trazem melhor qualidade de vida individual e coletiva. “Todos saem ganhando com mais bicicletas rodando nas ruas: o individuo que terá mais saúde e a sociedade que terá uma cidade menos congestionada, menos poluída e com menos acidentes violentos”, frisou.

Nenhum comentário: