segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Sistema de bicicletas por empréstimo é adiado em Santos

23 de Novembro de 2012 - Atualizado às 12h38
  - Foi adiado em Santos o funcionamento do sistema de empréstimo público de bicicletas. O sistema ia vigorar a partir deste domingo. Mas segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), as primeiras 15 estações do serviço começam a operar ainda no fim deste mês. Nessa primeira fase do programa, serão disponibilizadas 150 bicicletas. De acordo com a CET, a instalação e os testes das primeiras estações devem ser concluídos até domingo.

Primeiras instalações - O início da montagem da estrutura do sistema teve início há 20 dias. Os trabalhos estão a cargo da empresa Serttel Ltda., vencedora da concorrência para exploração do serviço. Até 2013, as metas são oferecer 30 estações e 300 equipamentos. A oferta de veículos e de locais para retirada é o triplo do que estava previsto inicialmente. 

Quando foi anunciado, há pouco mais de 45 dias, eram esperadas 100 bicicletas em dez estações. A liberação dos equipamentos é feita por auto atendimento, seja por comando de voz (via central telefônica) ou por smartphone.

Pontos de retirada - Os primeiros pontos de retirada das bicicletas serão: Emissário Submarino; Canal 2; Canal 3 próximo a Concha Acústica; Aquário e; Ferry Boat. Outras estações serão implantadas na orla da praia junto ao Canal 4 com a Praça Santo Antônio do Embaré; na Rua Francisco Hayden, próximo ao Clube Internacional de Regatas; na Avenida Pinheiro Machado junto a Rua Moura Ribeiro; Avenida Francisco Glicério junto ao Canal 2; Avenida Ana Costa com Avenida Francisco Glicério, na Estação da Cidadania; SESC Santos (Rua Conselheiro Ribas, 166, Aparecida) com a Rua Vergueiro Steidel; Rua Lobo Viana, em frente àUniversidade Santa Cecília; Praça Rebouças e; Rua Othon Feliciano.

Como funciona - As bicicletas estarão à disposição dos usuários todos os dias, desde que a pessoa esteja cadastrada no site do projeto. O usuário será cobrado após meia hora com o equipamento.   Após 15 minutos da entrega, outra poderá ser retirada seguindo as mesmas normas.

Os custos dessas operações são arcados pela empresa, que poderá explorar publicidades nos equipamentos. Se a utilização ultrapassar 30 minutos, a pessoa estará sujeita a taxas adicionais, cujos valores serão descontados no cartão de crédito vinculado ao cadastro do usuário.

Cada bicicleta tem um chip de identificação, e serve para localizar o ciclista, controlar o tempo de uso e o local onde está estacionada. A liberação do equipamento depende de comando prévio de quem for usar o sistema, feito por meio de celulares ou aplicativos instalados em celular. 

Exemplares - O projeto Bike Santos é inspirado nas iniciativas já desenvolvidas nas cidades do Rio de Janeiro e em São Paulo. Na capital paulista, são mais de mil bicicletas oferecidas em estações que ficam, no máximo, um quilômetro distantes entre si. Lá, o custo a cada 30 minutos adicionais é de R$ 5. O empréstimo de bicicletas é recomendado para trajetos de curtas distâncias, e pode ser utilizado para atividades cotidianas ou de lazer. 

Não há a obrigatoriedade de tráfego apenas pelas ciclovias. Porém, nos trechos sem a faixa exclusiva é recomendado circular à direita, obedecendo a mão de direção, a sinalização e semáforos. Os postos de retiradas e devoluções estarão disponíveis em três idiomas (português, espanhol e inglês). Não há restrições para seu uso: turistas e moradores de outras cidades da região podem efetuar cadastro e utilizar as bicicletas.

Furtos e assaltos - Os equipamentos não terão sistema antifurto, como cadeados ou correntes. Em caso de roubo ou extravio, a vítima deve registrar um Boletim de Ococrrência e apresentá-lo no escritório da empresa responsável pelo serviço, no primeiro dia útil seguinte. Conforme a CET, as bicicletas são fabricadas especificamente para esta finalidade, em quadro de alumínio, com câmbio de três marchas integrado, e todos os acessórios de segurança estabelecidos pelo Código de Trânsito Brasileiro: campainha, refletores e espelho retrovisor.

Devolução - A devolução da bicicleta pode ser realizada em qualquer estação disponível. Para isso, escolha uma posição livre e encaixe o equipamento, conferindo se ele está devidamente travado). Caso o local não tenha espaço livre, o usuário poderá acionar a Central de Atendimento ao Cliente pelo contato 4062-1699, para saber o ponto mais próximo a fim de realizar a devolução. O serviço telefônico ainda não está disponível.

Nenhum comentário: