sexta-feira, 23 de novembro de 2012

SETRAN desativa ciclopatrulha e deixa bicicletas expostas ao tempo/ Curitiba


Enviado por Alexandre Costa Nascimento (@irevirdebike) - Odômetro: 9.909 km, 18/11/2012 às 00:15
Durou menos de um ano uma das iniciativas mais positivas de inserção da bicicleta no contexto do trânsito de Curitiba. A ciclopatrulha da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran), está sendo desativada, como revela matéria do repórter Diego Antonelli, da Gazeta do Povo, publicada neste domingo (18).
O blog Ir e Vir de Bike obteve, com exclusividade, fotos das cinco bicicletas da ciclopatrulha jogadas em um depósito a céu aberto, ao lado do prédio da secretaria, na parte de trás da Rodoferroviária de Curitiba.
Sem uso, as quatro viaturas – cujo valor somado atinge R$ 5 mil – estão expostas às intempéries ao lado de placas, cones e cavaletes inutilizados, presas apenas por uma corrente e um cadeado.
Oficialmente, a culpa é da chuva. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, os agentes não foram às ruas, de bicicleta, nos últimos dias por conta do clima pouco favorável. Mas a versão é desmentida por fontes de dentro da Setran e os próprios agentes da ciclopatrulha, que garantem: a ciclopatrulha foi, sim, desativada.
Nos tempos áureos, garante um dos agentes, que pediu para não ter o nome revelado, as bicicletas passavam o dia circulando pelas ruas para fiscalizar o trânsito da cidade e pernoitavam na parte interna do prédio dos agentes da secretaria. Além disso, recebiam revisões periódicas a cada 45 dias para garantir condições adequadas de trabalho aos agentes.
A ciclopatrulha foi a “cereja do bolo” na cerimônia de apresentação da Setran, quando o órgão assumiu o papel da Diretran no trabalho de fiscalização, orientação, educação e engenharia de trânsito de Curitiba.

Nenhum comentário: