quinta-feira, 31 de maio de 2012

2° Campeonato Liga Mineira de Ciclismo 2012 - 3° etapa / Cidade Administrativa - Resultado
















Amigos.
Esta etapa foi muito emocionante de se ver e competir, com certeza.
Começamos o dia com muita cerração na região norte de Belo Horizonte.
Pontualmente demos a largada das categorias Estreante, MTB e Amadora.
O pelotão da categoria Amadora andou junto até chegar a última volta para decidir nos metros finais o sprint.
Na estreante os meninos estavam com sede de vitória e era pau o tempo todo. Sete chegaram para o final.
Aí vieram as Masters. Arrancaram separados A da B e C. De cara, na primeira volta o grupo foi alcançado pelos B e C e esqueceram das regras, infelizmente.
Se largaram separados, devem permanecer separados o tempo todo, como não fizeram e atrapalharam todas as tentativas de fuga dos atletas da Masters B.
Vieram então a Elite e Open que apesar do rítmo forte, o pelotão da Open ficou junto e o show da Elite começou.
Primeiro Wagner e Luiz abriram uma fuga no início e foram neutralizados. Logo em seguida Afrânio e Ivancler lançaram-se em outro ataque alucinante e estavam bem até Ivancler furar. Afrânio segurou umas quatro voltas sozinho e foi neutralizado pelo pelotão. Logo em seguida saiu Ivan com Afrânio na cola e foram embora. O pelotão ficou na indecisão até que Rafael e Rogério Pacheco saírem na busca da fuga. Nisto o resto do pelotão numa tentativa frustrada de pegar os quatro se dividiu em dois com o rítmo fortíssimo.
E assim foi até o final com a vitória de Ivan.

Abraços
VEJA O RESULTADO:
http://ligamineiradeciclismo.blogspot.com.br/2012/05/2-campeonato-liga-mineira-de-ciclismo_29.html

Bananas são melhores que bebidas esportivas

Bananas são melhores que bebidas esportivas
Ingerir bananas durante os exercícios físicos tem efeitos melhores do que tomar bebidas isotônicas esportivas.[Imagem: Wikimedia]

Bananas durante exercícios

As bananas têm sido uma fonte de energia muito apreciada por atletas profissionais e amadores.

Elas são uma rica fonte de potássio e outros nutrientes, e são fáceis para os ciclistas, corredores ou caminhantes carregarem.

E uma nova pesquisa, feita com ciclistas de competição, acaba de revelar benefícios adicionais das bananas como alimento para esportistas.

"Nós queríamos ver o que era mais benéfico quando consumido durante exercícios intensos - bananas ou uma bebida esportiva contendo carboidratos," explica o Dr. David C. Nieman, do Laboratório de Desempenho Humano, na Universidade da Carolina do Norte (EUA).

Embalagem natural

No estudo, os ciclistas profissionais consumiram, a cada 15 minutos, ou um copo de bebida com carboidrato, ou metade de uma banana, durante uma corrida de estrada de 75 km, com duração de 2,5 a 3 horas.

Amostras de sangue foram coletadas antes e após o exercício e analisadas para mais de 100 metabólitos, moléculas associadas com o metabolismo.

As bananas forneceram antioxidantes não encontrados nas bebidas esportivas, bem como um maior impulso nutricional, incluindo potássio, fibras e vitamina B6, mostrou o estudo.

"As bananas vêm pré-embaladas com fibras, nutrientes e antioxidantes," disse Nieman, acrescentando que os resultados são extensíveis a qualquer tipo de exercício.

Açúcares saudáveis

Além disso, as bananas têm uma mistura mais saudável de açúcares do que as bebidas isotônicas.

"O modo de exercício não é a questão. Há um monte de atletas que não gostam da ideia de beber bebidas esportivas, que são essencialmente água com açúcar aromatizado", disse ele.

"Esse tipo de pesquisa mostra que você pode ter fontes de carboidratos mais saudáveis antes e depois dos exercícios capazes de sustentar o desempenho esportivo tão bem como uma bebida esportiva," disse Nieman.

O estudo foi publicado na revista PLoS ONE.

http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=bananas-melhores-bebidas-esportivas&id=7818

Bicicletas e joias de âmbar, em Kalinegrado

Este é o canto mais oeste da Rússia e um grande lugar para passeios de bicicleta. A região de Kalinegrado.

Isolada do resto do país, a região de Kalinegrado é a mais pequena, a mais jovem e a mais verde de todo o território da Rússia.

A privilegiada localização e o clima ameno fazem da bicicleta um popular meio de transporte, na cidade e nas zonas suburbanas. São esses os factores enfatizados por Gennady Mikhailov, da federação local de ciclismo:

“Nós estamos a 30 minutos do mar, o local é favorável ao meio ambiente, com ar puro, árvores verdes e terreno interessante. E todas as distâncias, em Kalinegrado são curtas. Pode-se percorrer toda a cidade em hora e meia”.

São poucos os exemplos que escapam ao estilo arquitetónico original de Koenigsberg, o enclave alemão, que passou para a soberania da União Soviética, depois da II Guerra Mundial.

Os ataques aéreos repentinos, das forças aliadas, destruiram o centro histórico, antes de a cidade ser tomada, pelo exército soviético.

Kalinegrado: uma Rússia, fora da Rússia!

  • A região de Kalinegrado é cercada por países da União Europeia e não tem continuidade territorial, com a Federação Russa
  • Estende-se por 15.100 quilómetros quadrados, com uma população de 941.873 habitantes
  • A distância até à fronteira polaca é de 35 quilómetros e, para chegar à Lituânia, basta andar 70 quilómetros. Em contrapartida, Moscovo está a 1289 quilómetros
  • A região de Kalinegrado é o único território russo, na costa do Báltico
  • As cegonhas, a enguia do Báltico e o âmbar são os símbolos não oficiais da região

Um dos poucos edifícios sobreviventes é a catedral medieval. Concertos diários, de orgão, atraem visitantes russos e estrangeiros. O concertista principal diz que a cidade, culturalmente, é diferente de toda a Rússia:

“Kalinegrado é especial, comparada com outros lugares da Rússia, especialmente, por estar muito perto da Europa. Os grupos de turistas europeus trazem uma forte influência cultural que os locals observam e absorvem para as suas vidas”.

No porto da cidade, os velhos edifícios industriais são ocupados, agora, pelos artistas locais, que trabalham com os recursos naturais de Kalinegrado. O mais conhecido é o âmbar.

Este resíduo orgânico que não é mais que resina fossilizada do pinheiro, diverge no tamanho, na cor e na transparência.

Os joalheiros dizem que o âmbar é muito diferente das outras pedras. Origináriro de plantas vivas, vê-se como ele preservou a vida e a luz solar no seu interior.

O joalheiro ambarino, Alexander Yuritsin, realça o facto de se estar, perante uma pedra, inofensiva, para a saúde:

“O âmbar é bom para a saúde. Quando se corta o granito, tem de se usar uma máscara protetora e óculos de proteção. Mas quando se trabalha com o âmbar, não são necessárias essas precauções. Faz-se apenas a obra, nova e bonita. Como eu”.

Pequenos insetos, presos aos líquidos da resina, há dezenas de milhões de anos, imortalizaram a joia ambarina.

Um curto paseio ao longo de Kalinegrado e chega-se à costa russa do Báltico. As peças de âmbar vindas do fundo do mar são moldadas, muitas vezes, pelas ondas, nas praias de areia branca, onde podem ser apanhadas à mão.

Mas a maior parte do âmbar cru vem do vasto exterior da pedreira de Yantarny.

Elena Platunova é guia tuística, nesta zona:

“Atrás de mim, pode ver-se o único depósito natural do mundo de âmbar. A pedreira tem 50 metros de profundidade e a extração industrial aqui, na península de Sambia, no Mar Báltico, produz mais de 90 por cento, da recolha global de àmbar cru”.

Uma pedreira velha, desativada nos anos 70, foi, naturalmente, inundada e transformou-se no lago ambarino, um local atraente, para mergulhadores.

O lago, com 30 metros de profundidade, é um belo decór para cinema, sobretudo, para filmes de ação. Fuselagens de avião, caixas de munições e outros adereços estão dispersos, pelo fundo do lago.

É isto a região de Kalinegrado. Nas próximas duas edições, vamos concluir a nossa viagem à volta da Rússia, em Moscovo, a capital.

Mais informação sobre , , http://pt.euronews.com/2012/05/28/bicicletas-e-joias-de-ambar-em-kalinegrado/

Usuários de drogas vão consertar bicicletas

Os adolescentes serão capacitados para reciclar e consertar as bicicletas

Com o objetivo de proporcionar aos adolescentes usuários de substâncias psicoativas a oportunidade de reinserção social e profissional, o governo de Mato Grosso do Sul criou o projeto “Pedalando contra as drogas”.

O projeto tem a finalidade de proporcionar aos adolescentes internos do Centro Recomeçando a oportunidade de reinserção social, por meio de profissionalização, na perspectiva da sustentabilidade ambiental.

Para execução do projeto serão estabelecidas parcerias com instituições que possuem acúmulo na área de reciclagem e conserto de bicicletas e com as possíveis doadoras das mesmas. Paralelamente, será realizada uma campanha junto a instituições divulgando o selo do projeto e convidando-as para parcerias.

Os adolescentes serão capacitados para reciclar e consertar as bicicletas, onde terão a oportunidade de aprender uma profissão, passo importante para a sua reinserção. O projeto está em fase de implementação e para isso será montada e instalada estrutura de oficina de reciclagem.

http://www.correiodoestado.com.br/noticias/usuarios-de-drogas-vao-consertar-bicicletas_150369/

ALTERAÇÃO DE DATA DA CICLOVIAS E EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO

MUDANÇA DA DATA DA AUDIÊNCIA PUBLICA PARA DIA: 06/06 - 13:30 - PLENÁRIO CAMIL CARAM - CICLOVIA

À
COMUNIDADE DE CICLISTA

ESTAMOS CONVIDANDO PARA AUDIÊNCIA PUBLICA DA COMUNIDADE DOS CICLISTAS - PESSOAS FÍSICA E JURÍDICA - PARA DEBATER AS SITUAÇÃO DA CICLOVIAS EM BELO HORIZONTE NA CÂMARA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE, QUE ESTAVA AGENDANDO PARA DIA 30/MAIO/2012 - 13:30 HORAS E FOI ALTERADO PARA O DIA 06/06; - 13:30 - CAMIL CARAM. VIDE ANEXO REQUERIMENTO

saudações,


ANTÓNIO GALVAO
GABINETE VEREADOR ADRIANO VENTURA
31 99569161

Documento da proposição:
Autoria:
Assunto:

Senhor Presidente,

706/2012
CONVIDADOS:

- Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura: Sr. Murilo de
Campos Valadares

- SUDECAP - Superintendência de Desenvolvimento da Capital: Sr.
Fernando Antônio C

- BHTRANS: Diretor Presidente Sr. Ramon Victor Cesar

- Secretaria Municipal de Esportes: Sr. José Vieira Filho

Belo Horizonte, 14 de maio de 2012.

Exmo Sr. Alberto Rodrigues.

Presidente da Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura,
Desporto,

Curitiba: 15 paraciclos serão instalados

Os novos locais foram definidos em conjunto com os ciclistas, que também pediram adaptações no modelo

Curitiba terá mais 15 paraciclos na região central, com 220 vagas. Hoje, há estacionamento para bicicletas em sete pontos da cidade.

Os novos locais foram definidos em conjunto com os ciclistas, que também pediram adaptações no modelo. Segundo a prefeitura, os ajustes estão sendo feitos para que o projeto possa ser licitado.

“Apesar de ainda haver necessidade de se fazer muita coisa, finalmente vemos uma mudança de postura e os órgãos públicos começam a levar a bicicleta a sério”, avalia o presidente da Associação dos Ciclistas do Alto Iguaçu, Jorge Brand. Ele conta que foi sugerida ao município a instalação de paraciclos em todos os terminais de ônibus e também fora do Centro, especialmente na região sul.

Endereços

Os novos paraciclos serão instalados na Trajano Reis com Treze de Maio; terminal Guadalupe; cruzamento das avenidas Marechal Floriano Peixoto e Marechal Deodoro; na Marechal Deodoro, entre Barão do Rio Branco e Travessa da Lapa; na Marechal Floriano, entre a UFPR e o shopping Estação; na Biblioteca Pública; Mercado Municipal; nas praças Rui Barbosa, Ouvidor Pardinho, Carlos Gomes e Santos Andrade; Passeio Público; Parque Barigui; Bosque João Paulo II (substituição); e no Museu Oscar Niemeyer.

http://www.band.com.br/noticias/cidades/noticia/?id=100000506454

Armstrong vence Meio-Ironman na Flórida


Lance Armstrong definitivamente está de volta ao triathlon.
Ciclista-fenômeno, sete vezes campeão do Tour de France, o norte-americano anunciou seu retorno às competições de natação, ciclismo e corrida no início deste ano, e agora comemora a primeira vitória depois de 22 anos.
Armstrong começou a praticar triathlon na adolescência, mas escolheu se dedicar apenas ao ciclismo antes de completar 20 anos, para treinar com olhos nas Olimpíadas de Barcelona (1992). Naquela época, o triathlon ainda não era uma modalidade olímpica.
Vítima de um câncer aos 25 anos, ele criou a fundação Livestrong, que hoje faz parceria com o Ironman para arrecadar fundos para pessoas com a doença.
“É bom ganhar, mas, mais importante, é ótimo ter 41 anos e estar em forma, saudável”, declarou o triatleta após a corrida deste domingo.
Armstrong alcançou a liderança já na etapa do ciclismo, quando ultrapassou David Kahn e marcou o melhor tempo parcial (2h01’03”), seguindo para vencer com a corrida mais rápida da competição (1h15’56”). Ele fechou as três provas em 3h45’38”.
É a primeira vez que o veterano ganha uma prova desde que retornou ao triathlon.
Esta também foi a primeira vez de Jessica Jacobs, vencedora da prova feminina.
Tricampeã no Ironman completo (com o dobro das distâncias), Jacobs nunca havia competido na modalidade 70.3.
Lenta na natação, Jessica chegou à primeira transição com mais de oito minutos de atraso com relação a Amanda Stevens, que liderava.
Jéssica recuperou no ciclismo, e acelerou no trecho que é sua especialidade, a corrida (1h21’53”). (Em 2011, ela correu a maratona mais rápida dentro de uma prova de triathlon - 2h53”). Jéssica terminou os 2 km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida em 4h24’30”.
O brasileiro Mauro Cavanha foi o quinto colocado, com o segundo melhor tempo no trecho de corrida (1h16’48”). Ironman 70.3
Flórida data 20 de maio distâncias
natação: 2 km / ciclismo: 90 km / corrida: 21 kmparticipantes 2.200largada 6h30temperatura* 21°Cumidade* 78%ventos* 9.3 km/h*histórico segundo www.wunderground.com
Por e-mail: Rogerio Diniz

Bicicleta voadora chegará até cinco metros de altura

http://noticias.uol.com.br/videos/assistir.htm?video=bicicleta-voadora-chegara-ate-cinco-metros-de-altura-04028C18366EC0C12326
Um protótipo virtual da bicicleta voadora foi apresentado nesta quinta-feira (24) em Praga. De acordo com o projeto em 3D, a invenção desenvolverá uma potência de 47 quilowatts a cada pedalada e chegará a uma altura máxima de cinco metros. O peso da bicicleta será de 85 kg sem o piloto e a carga máxima 170 kg. O tempo de voo previsto é de três a cinco minutos, e a velocidade máxima alcançará 50 km/h. O modelo será apresentado em setembro na Feira Internacional de Maquinaria de Brno (República Tcheca)

Para ciclista britânica, dia do ouro olímpico foi o "pior da vida"

Victoria Pendleton é um ícone do ciclismo de pista na Grã-Bretanha. Foto: Getty Images

Victoria Pendleton é um ícone do ciclismo de pista na Grã-Bretanha

A britânica Victoria Pendleton disputará em Londres sua última Olimpíada. Aos 31 anos, a ciclista conta que o dia em que ficou com o ouro em Pequim 2008, na prova feminina de velocidade, foi o "pior da vida", segundo o site do jornal The Telegraph.

» Brigas e dramas: relembre grandes momentos olímpicos
» Beckham ou Neymar? Vote em quem brilhará mais nos Jogos de Londres

Isso porque ela contou que estava em um relacionando com um membro da delegação britânica, o que é proibido. A atleta disse que antes da Olimpíada conversou com o principal diretor do comitê e ele pediu para que os dois guardassem segredo até o final dos Jogos de Pequim. Mas depois que ela venceu, a história foi a público e criou uma situação ruim com os outros membros da equipe.

Quatro anos depois, a britânica se prepara para a despedida de Olimpíadas e planeja se casar com Scott Gardner, com quem se envolveu no episódio de 2008, ainda sem data marcada.

Desde os nove anos competindo no ciclismo, a atleta admite que vai ficar perdida até se adaptar a vida "normal", após a aposentadoria no esporte. Assim, ela quer ficar mais presente na vida de seus amigos e familiares.

E Pendleton sempre foi um ícone do ciclismo de pista na Grã-Bretanha. Com belos traços, ela investe em sua publicidade e chegou a posar nua para uma revista masculina.

Londres 2012 no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, que serão realizados entre os dias 27 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura contará com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5801904-EI19410,00-Para+ciclista+britanica+dia+do+ouro+olimpico+foi+o+pior+da+vida.html

Volta a França: Andy Schleck recebeu camisola amarela de 2010


Por Redação

O ciclista luxemburguês Andy Schleck recebeu esta terça-feira a camisola amarela da Volta a França referente ao ano de 2010, depois de Alberto Contador ter sido desclassificado da edição desse ano devido a doping.

«É bom receber esta camisola mas para mim não muda nada: isto não é como uma vitória. Não é a mesma sensação que a envergar num pódio. Disto isto, estou contente que esta cerimónia tivesse tido lugar perante um pequeno grupo, com as pessoas que eu queria ver hoje», afirmou o ciclista na RadioSchack.

O diretor da Volta a França, Christian Prudhomme, entregou a amarela ao luxemburguês perante o olhar de 150 pessoas, a maior parte ligadas ao corredor, na sua cidade natal, em Mondorf-lès-Bains.

Em busca de bi olímpico, britânica promete aposentar-se após Jogos

A britânica Victoria Pendleton é a favorita ao ouro olímpico na prova de sprint do ciclismo de pista. Foto: Getty Images

A britânica Victoria Pendleton é a favorita ao ouro olímpico na prova de sprint do ciclismo de pista

A estrela do ciclismo britânico, Victoria Pendleton, 31 anos, confirmou que depois da disputa dos Jogos Olímpicos de Londres irá se aposentar. Ela disse que quer acima de tudo sair do esporte "em alta", segundo informou o jornal inglês Daily Mail.

» Brigas e dramas: relembre grandes momentos olímpicos
» Beckham ou Neymar? Vote em quem brilhará mais nos Jogos de Londres

Pendleton afirmou que acha que ficará completamente perdida após a aposentadoria, mas ao mesmo tempo está ansiosa para isto. A ciclista disse que não vê a hora de ser uma parte ativa das vidas de seus amigos e familiares.

Nos Jogos de Pequim, em 2008, Pendleton conquistou a medalha de ouro na prova de sprint no ciclismo de pista. Em Campeonatos Mundiais, a britânica tem nove ouros, divididos nas provas de sprint, sprint por equipe e keirin.

Londres 2012 no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, que serão realizados entre os dias 27 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura contará com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5801904-EI19410,00-Para+ciclista+britanica+dia+do+ouro+olimpico+foi+o+pior+da+vida.html

Em 230 dias, ciclista pedala 20,7 mil km e passa por todos os estados

G1 29/05/2012 11:42

Em busca de um sonho, o ciclista amazonense Valdeni Pinheiro Alves, de 33 anos, pedalou 20.726 quilômetros, passou por 418 cidades, por 26 capitais e pelo Distrito Federal. Ele saiu de Humaitá (AM) em 7 de outubro do ano passado e concluiu o trajeto na quarta-feira (23), em um total de 230 dias de viagem sobre a "magrela". Segundo o Ranking Brasil, o atual recordista é o paranaense Silvio Marchiori, que pedalou 20 mil quilômetros em 345 dias, em 2005.

Alves sempre fez questão de lembrar de sua mãe, que considera a maior incentivadora. "É uma promessa que fiz para ela lembrar de mim por coisas boas. Eu vivia num mundo errado e fazia minha mãe sofrer muito. Hoje tenho uma vida correta e quero poder dizer para ela que eu fiz isso tudo para ela."

Esta é a segunda vez que Alves tenta bater o tempo do paranaense Marchiori. No ano passado, ele pedalou 23 mil quilômetros em 347 dias, passando por todas as capitais do país. A primeira tentativa foi concluída em 29 de abril de 2011.

Alves disse ao portal de notícias que enfrentou as mesmas dificuldades do ano anterior: preconceito, desconfiança e falta de solidariedade. "Gente ruim se encontra em todo lugar. Muitos duvidaram que tinha feito o percurso antes e teve quem mandou eu voltar para casa. Mas tive sorte de poder reencontrar algumas pessoas que se tornaram amigas na primeira tentativa e elas me receberam de braços abertos."

O amazonense disse que precisou fazer alguns ajustes no itinerário para conseguir quebrar o recorde. "Consegui reduzir a quilometragem mudando a rota. Pedalei três mil quilômetros a menos desta vez." Por conta disso, ele deixou de aproveitar algumas belezas naturais por onde passou. "Não entrei no mar como fiz ano passado em Copacabana. Não fiquei visitando e conhecendo as cidades. Me concentrei no trajeto", afirmou Alves.

Ele pedalou, entre outros locais, por Humaitá, Porto Velho, Cuiabá, Goiânia, Brasília, Palmas, Belém, São Luís, Teresina, Fortaleza, Natal, João Pessoa, Recife, Maceió, Aracaju, Salvador, Vitória, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Campo Grande, Cuiabá, Porto Velho, Rio Branco, Porto Velho, Manaus, Boa Vista e Macapá. "Agora estou ilhado em Macapá, esperando uma maneira de conseguir chegar a minha casa, em Humaitá", disse o ciclista.

Atropelamento
Outro momento difícil vivido por Alves foi em 15 de fevereiro deste ano, quando ele foi atropelado por um caminhão, no cruzamento da Rodovia Washington Luiz com a Avenida Brasil, no Rio de Janeiro. "Fiquei bastante assustado. Quando caí no asfalto, fiquei sem me mexer por algum tempo. Estava com medo de que tivesse fraturado alguma coisa em meu corpo. Por sorte foram alguns arranhões nas pernas, braços. Mas minha mão dói até hoje. Não tenho convênio médico, quero ver se passo em algum médico para ver o que aconteceu com minha mão."

Por conta do acidente, Alves teve a bicicleta destruída, mas não ficou sem esperança. "Registrei o Boletim de Ocorrência na delegacia e guardei o que sobrou da bicicleta em um espaço na delegacia. Tive de comprar um quadro novo (R$ 600) e remontei a bicicleta com as peças que ficaram inteiras", disse o amazonense.

Sandália de 17 mil quilômetros
Apesar de fazer o percurso com dificuldades, Alves nunca perdeu o bom humor. Sem roupas ou calçados específicos para o esporte, bicicleta especial ou adequada para longas distâncias, ele se desdobrou para conseguir descansar em locais seguros e com o mínimo conforto e também se alimentar da melhor maneira possível para resistir ao desafio.

"Carreguei tudo na bicicleta, por isso não tinha como levar muita coisa. A minha Havaianas, que usava para pedalar, durou pouco mais de 17 mil quilômetros. Ela ficou toda sofrida até estourar, não soltou as tiras, mas abriu um rombo na sola. Depois tive de comprar outra para seguir viagem", contou o amazonense.

A busca pelo recorde
Para evitar problemas nesta viagem, Alves partiu do 2º Cartório de Registros de Humaitá, onde sua partida de bicicleta foi registrada. Ele também postou suas fotos no Orkut. "Fiz um livro-ata para registrar todos o trajeto cumprido. Guardei cartões, carimbos e assinaturas de todas as pessoas por onde eu passei. Está tudo registrado", disse o ciclista.

O próximo passo, ou melhor, pedalada, será Alves enviar todos os dados de sua viagem para o escritório central do Ranking Brasil. "Dessa vez eu não vou perder. Não tem como, fiz tudo como eles [Ranking Brasil] me disseram no planejamento da viagem." Segundo a assessoria da agência de recordes, não há prazos para a homologação ou não de um recorde a partir da documentação entregue.

Para conseguir completar o trajeto, Alves saiu de Humaitá com R$ 2,3 mil. "Trabalhei na Usina de Santo Antonio durante um tempo, na área de tubulação, para eu conseguir juntar esse dinheiro. Ao todo, ele disse ter gasto cerca de R$ 25 por dia, em média. "Recebi ajuda de algumas pessoas, entre parentes e amigos, que me incentivaram. Preciso agradecer o dono da Bellociclo, que me deu a bicicleta para a viagem, e o pessoal da Panificadora Eldorado, em Capanema (PA). Eles me ajudaram com os custos de manutenção da bicicleta", disse Alves.

Pedalando por 347 dias

Na primeira tentativa, Alves saiu de casa, em Humaitá, em 17 de maio de 2010 e chegou ao último destino da viagem em 29 de maio do ano passado, em Macapá.

"Tive problemas para registrar meu percurso. Tive um caderno ata roubado durante minha viagem e por isso não consegui bater o recorde", disse ele.

fonte:http://www.tribunahoje.com/noticia/28510/brasil/2012/05/29/em-230-dias-ciclista-pedala-207-mil-km-e-passa-por-todos-os-estados.html

Vídeo Chegadas 3ª Etapa 2º Campeonato LMC

QUE A FORÇA ESTEJA COM VOCÊS!
Frango

Só não tem a chegada no vídeo da Open

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Necessidades da Creche Cantinho da Vila - Festa Junina 2012

Meus amigos,

"O mês de junho se aproxima e com ele as deliciosas “Festas Juninas” e como de costume, nós também iremos fazer no dia 15/06/12 as 17:00h aquela festa no Arraiá da Creche Cantinho da Vila e por isso, vimos mais uma vez pedir a todos que se emprenhem ao máximo na coleta das doações, afinal é uma das maiores festas do ano e uma das mais aguardadas, as crianças já estão a todo vapor com os ensaios e agora é a nossa hora de agir.

Esta festa como muitas as outras envolve não só a creche mas também toda a comunidade que ela atende e por isso é uma festa bem movimentada e grande, uma festa muito alegre onde temos a oportunidade de integrar crianças/famílias e a comunidade e ainda arrecadar verbas para nossas despesas".

Segue abaixo a lista das doações:

IGREDIENTES

QUANTIDADE

UNIDADE

BANDEIRINHAS (PACOTE)c/100m

20

Pcte 10 metros

SAQUINHO PARA PIPOCA (PACOTE)

500

Unid

BIJUTERIAS USADAS

50

Unid

DVDS INFANTIL

20

Unid

PAPEL OFICIO A4 BRANCO 500 FOLHAS

10

Pcte c/ 500 folhas

PÃO PARA CACHORRO

300

Unid

LINGÜIÇA DEFUMADA

20

Kg

BACON

10

Kg

CARNE MIOLO DE ACÉM

20

Kg

CARNE DE PORCO

16

Kg

MANDIOCA

15

Kg

ESPIGA DE MILHO

3

Sacos

MASSA DE BOLO PACOTE/ COCO E CHOCOLATE

20

Unid

AZEITONA

500

Gr

FARINHA DE TRIGO SEM FERMENTO

5

Kg

PEITO DE FRANGO (SALGADO)

5

Kg

Creche Cantinho da Vila

cccvila@gmail.com

Rua: Macapá, 245

B. São Caetano-Betim -MG

Tel.(31) 3597-3334

Leny (Coordenadora Administrativa)

Estaremos, recebendo as doações até o dia 11/06/2012 e colocamo-nos à disposição para buscá-las sempre que for necessário, bastando para isto me ligar ou enviar um e-mail.

Como podem ver o desafio é grande e o trabalho também, por isso peço a todos que se emprenhem com as doações para que consigamos ajudar ao máximo nossos amigos da Creche.

“Não existem garantias. Sob a perspectiva do medo, nada é suficientemente seguro. Sob a perspectiva do amor, nada é necessário.” (Emmanuel)

Sabemos que as vezes nossos e-mail´s podem incomodar pelo teor de suas mensagens ou pela repetição e insistência em nossos pedidos, sabemos também que muitos não podem ajudar e o nosso maior objetivo é levar o amor àqueles que precisam e nunca ofender ou incomodar aos nossos estimados amigos, portanto pedimos-lhes desculpas se em algum momento exageramos, incomodamos ou ofendemos suas crenças ou religiões.

Aqueles que se sentirem incomodados que nos avise para que possamos corrigir nossos erros e/ou parar com nossos pedidos.

Que Deus sempre nos fortaleça em nossa busca pelo Maior.

Angelo

8814-5001/3222-0650

Copa Grande Sertão 2ª Etapa em Paraopeba MG, dia 03/ 06

Vamos curtir a página do INEMA no Facebook !!

Estamos esperando a sua interação com nossa página no Facebook, o Inema Brasil.
Queremos ver todo mundo curtindo o site que é recheado de matérias inéditas sobre os esportes e aventuras.

Curtindo a nossa página, você espalha para todos os seus amigos o site do INEMA, que é pura adrenalina! Em nossa página você confere tudo que está rolando em nosso site, as matérias na íntegra, álbuns de fotos, agendas dos próximos eventos e muitas novidades. Curta e compartilhe o conteúdo do INEMA.

Vamos espalhar mais esse movimento, divulgue nossa página para todos os seus amigos. Embarque com o INEMA nessa aventura!

Curta nossa página!!

Informativo MinasRiders

50º PEDAL NOTURNO - MINASRIDERS - HORÁRIO ÀS 20:00 HS PRÓXIMA QUINTA DIA 31/05

PADRINHO DESTA SEMANA ROMUALDO MARRIEL


PONTO ENCONTRO ESTACIONAMENTO DO MINAS SHOPPING AO LADO DO POSTO DA POLICIA MILITAR
...
SEMPRE UM PERCURSO DIFERENTE


OBSERVAÇÕES IMPORTANTE:

- Por questões de segurança e pela saúde também, caso venha CHOVER no horário do pedal, o pedal está automaticamente CANCELADO.

- Caso algum riders queira ser o padrinho ou madrinha para os próximos pedais noturno, favor enviar o percurso para o email: pedalnoturnominasriders@yahoo.com.br

O PERCURSO A SER ELABORADO PELO PADRINHO OU MADRINHA NÃO PODERÁ ULTRAPASSAR A 25 KM.


OBRIGATÓRIO USO CAPACETE/ FAROL / LUZ TRASEIRA / CÂMARA DE AR RESERVA.


Em ruas estreitas, Pedalem em fila INDIANA (UM ATRÁS DO OUTRO)

NÃO ULTRAPASSE SINAL VERMELHO
NÃO ULTRAPASSE O PADDRINHO/ MADRINHA


Estamos pedindo a colaboração de todos os RIDERS que não ultrapassem o PADRINHO ou MADRINHA e que evitem andar em cima dos passeios. A intenção do Minasriders MTB é conscientizar a população a usar a bicicleta, então temos que dar exemplo.

Abraços

MINASRIDERS
Contato: minasriders@yahoo.com.br
Abraços

MINASRIDERS
TRILHAS E CICLOVIAGENS
Adm.: João Aquino
E-mail.: minasriders@yahoo.com.br

terça-feira, 29 de maio de 2012

Tente isso no seu próximo treino: Inspirar devagar, Expirar rápido!


"sou assinante de um site que sempre tem ótimas dicas e muito material bom. Nele existe uma sessão chamada "Try this on your next ride". Vou começar a colocar alguma dessas dicas aqui.


A primeira delas é sobre como controlar a respiração em uma longa subida. Essa técnica foi criada pelo campeão olímpico de 1984 na prova de ciclismo de estrada, Alexi Grewal.

Quando estamos fazendo muito esforço, é natural respirar fundo inalando uma grande quantidade de ar e expirar lentamente. Normalmente fazemos isso. Em vez de fazer isso, faça o contrário. Expire rapidamente, esvaziando os pulmões o mais rápido possível. Em seguida inspire o ar lentamente.

Dois motivos para agir assim.

Primeiro, você vai ter uma melhor troca de gases. Quando você "limpa" os pulmões a cada respirada, ele vai conseguir "capturar" mais oxigênio em cada respirada. Lembre-se que é do oxigênio que vem maior parte da energia que usamos.

Segundo, exalar de forma mais rápida vai fazer com que você fique menos ofegante, o que é muito ineficiente.

A dica é, quando tiver escalando tente expirar tudo no máximo em duas pedaladas. Inspire pela mesma duração, ou seja, no máximo mais duas pedaladas. Isso vai dá um ritmo de pedalada e respiração, que é vital em longas montanhas.

Essa técnica pode parecer estranha a primeira vista, mas pratique-a e ela se tonará natural. Dá próxima vez que você estiver sufocando em uma subida, mude a respiração para a forma descrita acima e logo logo você estará controlando a situação!
Por e-mail: Sandro Siqueira