segunda-feira, 30 de abril de 2012

Bike video


Tranque sua bicicleta direito!

não tem nada mais decepcionante para um ciclista do que ter sua bicicleta furtada ou roubada.

prenderam bem, só as rodas...

prenderam bem, só as rodas...

furto é quando tiram de vc quando não estava perto. roubo é quando arrancam a bicicleta de vc, normalmente mediante uso de arma (mas não necessariamente).

roubos são evitados quando não nos expomos a situações e locais de risco. mas furtos…. são evitados quando cuidamos bem da bicicleta, não a deixamos largada por aí…para isto, há algumas dicas:

Continue lendo: http://asbicicletas.wordpress.com/2012/04/24/tranque-sua-bicicleta-direito/


Entrevista dia 13/04 - Programa Esportes Pelo Ar

A Rádio Inconfidência através do Programa Esporte Pelo Ar veste a camisa da Liga Mineira de Ciclismo.

2° de uma série de entrevistas da Liga Mineira de Ciclismo no Programa "Esportes pelo Ar", com os locutores Fábio Vital e Thieres Rabelo.

POLÊMICO GRUPO SHIMANO 11 SPEED


Investigações em blogs e sites levam a crer que, finalmente a Shimano vai se juntar a Campagnolo no rol de fabricantes de grupos com 11 velocidades.
Diferentemente do tradicional Dura-Ace 7900 o novo grupo foi denominado Dura-Ace 9000.
Um pinhão a mais não parece ser a única novidade, conforme as fotos dos grupos e os documentos revelam.- haverá ambas as versões mecânica e eletrônica; – a pedivela possui quatro braços, enquanto o padrão para estrada são cinco braços;- novo movimento central, mais leve, mantendo o padrão de 24mm, sem as opções BB30 e BB386EVO;- a capa de borracha do STI mecânico são menores, com melhor ergonomia, mas para o trocador terá cabos especiais;- o esforço para mudança do câmbio dianteiro diminuiu em 38%;- os freios são novos, nas opções pivô único e duplo;- o grupo mecânico possui peso total de 1,908g, uma redução de 67g em relação ao 7900;- o cassete e a roda livre são maiores, cassetes de 10 velocidades funcionarão em rodas de 11 velocidades, mediante a utilização de um espaçador, mas não o contrário.
O tamanho foi mantido em 130mm;- os cassetes terão 11-23, 11-25, 12-25 e 12-28. O 11-23 possui a seguinte configuração: 11-12-13-14-15-16-17-19-21-23;- o cassete, os passadores, os câmbios, a corrente, e a pedivela são exclusivos para 11 velocidades, sem a possibilidade de intercambiar peças;- ainda haverá jogos de roda para o grupo; – as opções de corroas possuem as seguintes possibilidades: 53-39, 50-34, 52-36, 52-38, 54-42, e 55-42. Não há coroas triplas;- passadores para final de guidão, usados nas tradicionais tourings, serão disponíveis; – o grupo contem um novo pedal SPD-SL;- há dois sistemas de freios mecânicos para cyclocross, compatíveis com os manetes Super-SLR.
Comentários: Não sabia que o novo grupo de 11 velocidades seria tão exclusivo,tão exclusivo que até rodas serão redimencionadas para ele assim sendo e as que eu tenho para dez velocidades???
O sistema novo da shimano quer fazer você ciclista que gastou uma boa grana ter que simplesmente vender tudo (e desvalorizado) em menos de 2 anos do último lançamento da SHIMANO para pegar este novo grupo da Shimano de 11 speeds.
Eu estou para pegar um 7900 de 10speeds e vou ficar muito bem satisfeito com ele sem precisar de ficar escravizado pelo sistema novo da shimano onde tudo como mostra no texto seré exclusivo para ele e só ele.
Abraço à todos

Por e-mail: Sandro Siqueira

Motoristas de ônibus têm aula pró-ciclistas

Motoristas de ônibus passarão por um curso de reciclagem para melhorar a convivência com ciclistas no trânsito da capital. Desde 2009, 25 ciclistas morreram em acidentes envolvendo ônibus. Ao todo, 31 mil condutores passarão pelo treinamento.

Neste ano, três pessoas morreram em acidentes com ônibus - Tiago Queiroz/AE
Tiago Queiroz/AE
Neste ano, três pessoas morreram em acidentes com ônibus

A primeira parte do projeto começou ontem, no Parque do Ibirapuera, com a presença de 60 motoristas multiplicadores de técnicas de respeito a bicicletas. Dez condutores, também ciclistas, servirão de exemplo. "Quando o motorista começa a pedalar, ele fica mais consciente, começa a enxergar o ciclista, não se importa em dividir espaço", afirma o consultor de Mobilidade André Pasqualini, responsável pelo curso.

A reciclagem envolverá atividades lúdicas e vídeos educativos nas garagens das empresas de transporte público.

Pasqualini desenvolveu um curso dado a todos os motoristas de ônibus em 2009, quando 12 ciclistas morreram em acidentes com coletivos. Em 2010, foram seis e, em 2011, quatro. Neste ano, três pessoas morreram em acidentes com ônibus.

A morte da bióloga Juliana Dias, de 33 anos, em 2 de março, na Avenida Paulista, criou grande comoção. Na tentativa de desviar de um ônibus que fazia uma ultrapassagem, ela se desequilibrou, caiu da bicicleta e foi atropelada e morta por outro. Antes, discutira com outro motorista.

A São Paulo Transporte (SPTrans) informa que a reciclagem dos motoristas seria realizada de qualquer forma. A partir do mês que vem, o motorista que fechar ou colocar ciclistas em risco será multado.

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,motoristas-de-onibus-tem-aula-pro-ciclistas--,865425,0.htm
Por e-mail: Adelmo

Ciclista a milhão no vácuo do caminhão

Praticamente irresponsável este ciclista pegando carona no vácuo de um caminhão numa estrada por aí. Se o caminhão frear de repente.

Bicicletas que transitam nas marginais ganham faixas refletivas

Objetivo é melhorar a visibilidade das mesmas e evitar acidentes

Para evitar acidentes envolvendo trabalhadores que transitam de bicicleta nas marginais da BR 277, adesivos foram colados hoje (24) nas bikes.

A intenção é chamar a atenção para este meio de transporte muito utilizado por operários.

Foram colocadas faixas refletivas em partes das bicicletas para melhorar a visibilidade.

Milhares de ciclistas europeus fazem manifestações por segurança no trânsito

Domingo passado, na Hungria, milhares de ciclistas participaram de uma manifestação em Budapeste para comemorar a Dia da Terra.
Domingo passado, na Hungria, milhares de ciclistas participaram de uma manifestação em Budapeste para comemorar a Dia da Terra.
REUTERS/Laszlo Balogh

Uma campanha do jornal britânicoThe Times a favor de bicicletas nas grandes cidades levou hoje milhares de ciclistas às ruas de Roma, Londres e Edimburgo.

A maior manifestação, em Roma, reuniu 50 mil ciclistas perto do Coliseu, onde eles denunciaram a falta de segurança no trânsito. Os italianos reclamaram das leis que "protegem os motoristas e deixam os ciclistas abandonados a uma guerra civil nas ruas".

Em uma década, a Itália registrou 2.500 mortes de ciclistas no trânsito. Os organizadores da manifestação italiana evocaram o bom exemplo da Holanda, que há 40 anos criou políticas de incentivo à circulação de bicicletas.

Em Londres, apesar da chuva, a campanha do Times reuniu 10 mil cilcistas nas ruas neste sábado. Eles foram 3 mil em Edimburgo.

Na semana passada, ciclistas de vários países europeus já tinham participado de corridas recreativas em defesa da bicicleta como um meio de transporte sadio para o homem e respeitoso com o meio ambiente.

http://www.portugues.rfi.fr/europa/20120428-milhares-de-ciclistas-europeus-fazem-manifestacoes-por-seguranca-no-transito

Investigação da UE contra bicicletas chinesas é abusiva

2012-04-29 17:08:02 cri
O Conselho Europeu abriu nesta sexta-feira (27) uma investigação contra bicicletas chinesas. Em resposta, o Ministério do Comércio da China declarou ontem que a UE aplica medidas anti-dumping há 19 anos e que sua investigação contra o mesmo produto chinês é um abuso de medidas de assistência.

Segundo a entidade, a investigação europeia contra alguns projetos chineses não tem evidências. Atualmente a exportação de bicicletas à Europa ocupa apenas entre 2% e 3% do mercado do continente, o que não ameaça a indústria do bloco.

A China vai continuar atenta ao assunto e se reservar o direito de tomar medidas de acordo com as regras da Organização Mundial do Comércio.

Tradução: Lucas Xu

Revisão: Luiz Tasso Neto

Nutricionistas alertam sobre "dietas milagrosas" que são apenas lendas

Conheça os 15 maiores mitos da alimentação dos esportistas

Marcela Mattos - Correio Braziliense

| Tags: celular

Publicação:

29/04/2012 15:26

Iano Andrade/CB/D.A Press - 5/1/10
Não é de hoje que as pessoas apostam em dietas malucas, de olho na balança. Com o passar do tempo, o crescente interesse pela saúde e pela boa forma física faz com que busquem mais orientação e conhecimento para entender as necessidades do organismo. Nessa procura, porém, nem tudo o que se encontra é inteiramente verdade. Afinal, quem nunca abusou das bananas acreditando que dessa forma estaria se livrando das cãibras ou então cortou os carboidratos à noite pensando em emagrecer? Esforços, dizem os nutricionistas, desnecessários.

Para elucidar dúvidas a respeito de nutrição esportiva, o Correio selecionou os 15 maiores mitos que costumam rechear os pratos dos esportistas. São desde alimentos específicos para antes dos exercícios até os que prometem acelerar a perda de gordura — tudo, no entanto, com embasamentos facilmente contestáveis.
Continue lendo:

Leis de BH para incentivo ao uso de bicicleta

Posted on

Você sabia que Belo Horizonte possui duas leis que fomentam a utilização da bicicleta como MEIO DE TRANSPORTE? Abaixo da imagem, as duas leis.

Caminhão da PBH em cima da ciclovia, estacionado, sem condutor.

LEI Nº 9.540, DE 28 DE MARÇO DE 2008

Dispõe sobre a Política Municipal de Incentivo ao Uso de Bicicletas e Motocicletas e dá outras providências.

O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º – Fica instituída a Política Municipal de Incentivo ao Uso de Bicicletas e Motocicletas, com os seguintes objetivos:

Continue lendo: http://bikeanjobh.wordpress.com/2012/04/26/leis-de-bh-para-incentivo-ao-uso-de-bicicleta/

Multa por desrespeito a ciclista em SP custará até R$ 574

Motoristas paulistanos terão de respeitar ciclistas se não quiserem levar multa de até R$ 574,62 e ganhar sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A partir do dia 14 de maio, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai fiscalizar e autuar veículos que não dão prioridade às bicicletas no trânsito da cidade.

Até quarta-feira (2), serão instaladas 243 faixas, em viadutos e grandes avenidas, com mensagens de respeito aos ciclistas. De acordo com a assessora de Fiscalização da CET, Dulce Lutfalla, três artigos (169, 197 e 220) do Código de Trânsito Brasileiro agora serão fiscalizados pelos 2,4 mil agentes.

O primeiro artigo se refere à penalidade para quem dirige "sem os cuidados indispensáveis à segurança". "Nesse caso, o foco será a segurança do ciclista", afirma Dulce. A infração, considerada leve, dá multa de R$ 53,20 e três pontos na CNH.

O segundo artigo trata da infração de "deixar de deslocar, com antecedência, o veículo para a faixa mais à esquerda ou mais à direita", quando for dobrar a esquina. A infração é média, custa R$ 85,13 e rende quatro pontos. "Antes de fazer a conversão, o motorista terá de esperar o ciclista", diz a assessora.

O último artigo fala da rapidez do deslocamento do veículo. "O motorista precisa estar em velocidade compatível com a do ciclista ao ultrapassá-lo. Não pode ir muito mais rápido", diz Dulce. A autuação, grave, rende multa de R$ 127,69 e cinco pontos.

Outros dois artigos do CTB, que já vinham sendo fiscalizados pela CET, ganharão atenção especial. São o 181 (estacionar em ciclofaixa ou ciclovia, uma infração grave) e o 193 (transitar nesses locais, uma infração gravíssima, com valor de R$ 574,62 e sete pontos).

Os artigos nos quais a CET se baseia para multar quem desrespeita os ciclistas podem criar uma onda de recursos. "Qualquer infração pode ser contestada. Então, vamos aguardar", afirma Dulce. Para ela, as contestações, porém, não devem crescer. http://www.vnews.com.br/noticia.php?id=119521&id2=7

Informativo Federação de Ciclismo do Rio de Janeiro / Fecierj

Chuva e disputa acirradas são os destaques na primeira prova de Ranking Nacional Carioca em 2012...

Mais de 150 atletas disputaram ontem a 2ª etapa do Agulhas Negras MTB CUP, a chuva forte que caiu bem cedo no Município, complicou ainda mais o percurso que já havia sido castigado pela mesma durante toda a semana.

Foi uma prova duríssima, 72km de muita resistência para driblar os obstáculos que se multiplicaram em razão da chuva, os duelos das Masters, e, principalmente da Elite foram o grande destaque, Claudio Roberto e João Carlos travaram uma intensa batalha até a metade da prova, quando o segundo, teve um pneu furado, facilitando a vitória do nosso amigo “Caveirinha” na Sub45.

Na Elite não foi diferente, José Nogueira e Robson Ferreira só decidiram a prova nos metros finais (depois de andarem lado a lado durante 72km), vitória emocionante do atual Tri-Campeão Brasileiro da Elite, que estava muito feliz ao lado da esposa Natália e o filho mais velho Bernardo depois de mais um importante triunfo...

“Foi uma prova dura e o José Nogueira estava muito forte, fui feliz na minha estratégia e cruzei a linha em 1º lugar...” Disse Robson ao final desta etapa.

Agora, é pensar no Rio-Minas MTB CUP, que acontece amanhã no Município de Rio Bonito, prova válida para o Ranking Nacional e Ranking Estadual Classe 1 (pontuação máxima), a novidade é a super Elite, onde as categorias Elite e Sub23 largaram juntas com uma premiação de R$ 1.200,00 distribuídas aos três primeiros desta nova e super categoria que será testada no Rio.

Serão distribuídas ainda, R$ 2.400,00 para todas as Masters, Feminino e Sub30, totalizando R$ 3.600,00 de premiação nesta etapa... Faça já a sua inscrição antecipada com desconto no site WWW.fecierj.org.br e garanta a sua vaga nesta super festa de Ranking duplo (Estadual/Nacional).

Veja o link do nosso amigo e Secretário Altamirando de Moraes e fique por dentro das ações deste Rio que se transformou na Capital Nacional da bicicleta e Mobilidade sustentável...

http://odia.ig.com.br/portal/opiniao/altamirando-fernandes-moraes-rio-capital-da-bicicleta-1.432616

Abraços,

logo_FECIERJ

Claudio Santos

Presidente da Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro

Rua Barão do Amazonas, nº 263/sala02 - Centro - Niterói - RJ

Telefones: (21) 8870-1833 / (21) 8448-6566 / (21) 2707-6700 / (21) 2620-6566 / Radio 120*14997

Website: www.fecierj.org.br

e-mail: presidentefecierj@gmail.com

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Entrevista hoje no Programa "ESPORTES Pelo Ar" - Rádio Inconfidência



Hoje de 20:00 h às 21:00h continuaremos a 3° de uma série de entrevistas da Liga Mineira de Ciclismo no Programa "Esportes pelo Ar", com os locutores Fábio Vital e Thieres Rabelo, onde falaremos sobre o Paraciclismo ou Esporte Adaptado, com a participação do atleta Vitório Paulino Silvestre.
AM 880
VOCÊS PODEM FAZER PERGUNTAS ON LINE DURANTE O PROGRAMA.

Quer vender ou comprar?

Este blog é destinado à anúncios de vendas ou compras de mercadoria de terceiros, não cabendo nenhuma responsabilidade sob o objeto anunciado.
Para anunciar, envie um e-mail para pedaldofrango@gmail.com com os dados e fotos do objeto e contatos. Valor:R$10,00.
O anúncio será postado após a confirmação do depósito.



Giro: camisola rosa de Contador no dorso de Scarponi

A organização da Volta a Itália em bicicleta vai dar ao ciclista italiano Michele Scarponi a camisola rosa na primeira etapa do Giro de 2012, depois do espanhol o Alberto Contador ter perdido o título por doping. O diretor geral, Michele Acquarone, avançou à agência de notícias Associated Press que a apresentação será feita na próxima quinta-feira na Dinamarca, dois dias antes do início da prova, que este ano tem três etapas no país escandinavo. Em fevereiro, Contador foi suspenso por dois anos com efeitos retroativos, anulando a vitória no Giro de 2011, entre outras provas. Scarponi, que já viu igualmente o seu nome envolvido num caso de doping em 2007, terminou em segundo, enquanto o italiano Vincenzo Nibali foi terceiro e o francês John Gadret quarto. Acquarone avançou ainda que Scarponi irá vestir a camisola com o dorsal número um na prova, que irá decorrer entre 5 e 27 de maio, e que terá como meta final Milão.

http://www.ojogo.pt/Directo/NoticiaHora_GiroContador0426_427877.asp

Siga as regras e garanta a sua pedalada

Respeitar as leis de trânsito, manter-se visível e usar equipamentos de segurança proporcionam passeio tranquilo

Rodar pelas ruas pode ser fácil e prazeroso / Dmitriy Shironosov/ ShutterstockRodar pelas ruas pode ser fácil e prazerosoDmitriy Shironosov/ Shutterstock

Diariamente ouvimos falar sobre os benefícios de andar de bicicleta. Pedalar faz bem para o corpo e para a mente, não polui nem faz barulho. Além disso, ajuda no emagrecimento, desenvolve a capacidade pulmonar (melhora a respiração e o fôlego) e combate o estresse.

A bicicleta também é um veículo rápido, econômico e muito eficiente, principalmente na mobilidade urbana em cidades caóticas, como as grandes metrópoles brasileiras. Porém, é preciso estar atento a alguns detalhes para que sua atividade esportiva ou seu deslocamento urbano não terminem em tragédia.

Para pedalar na cidade é preciso seguir as regras de trânsito CTB (Código de Trânsito Brasileiro), respeitar o próximo (pedestres, motoristas, motociclistas, entre outros) e utilizar equipamentos de segurança, como capacete, iluminação da bicicleta, vestuário apropriado etc.

Devidamente equipado, basta pedalar com prudência e atenção redobrada. Para maior segurança, planeje seu caminho antes de sair de casa e dê preferência a ruas menos movimentadas. Sempre indique com os braços seus próximos movimentos (curvas), assim os motoristas não serão surpreendidos. Seja gentil no trânsito, não jogue lixo nas ruas e hidratese sempre com água ou isotônico.

Regras de segurança:

Verifique os pneus (calibragem e estado de desgaste), a fixação das rodas e a regulagem dos freios. Todas essas partes são fundamentais para começar bem o dia.


Após vistoriar sua bicicleta, ajuste a altura do selim para o seu tamanho e utilize os equipamentos de segurança: capacete (obrigatório), luvas e óculos para proteger os olhos contra os insetos e possíveis detritos do asfalto.

http://www.band.com.br/viva-bem/saude/noticia/?id=100000499937

Shane Perkins - Campeão do Mundo 2012 - Equipe Sprint Ciclismo em Pista

Shane Perkins mostrando sua vitória na pista de ciclismo, e a alegria de compartilhar isso com sua esposa e filhos.

Fotógrafo captura estilo de ciclistas em Londres


Fotógrafo captura estilo de ciclistas em Londres
Um fotógrafo alemão pedalou 5 mil quilômetros em um ano para registrar imagens de alguns dos ciclistas mais interessantes da capital britânica.


"Sempre fui fascinado pela enormidade da subcultura ciclista de Londres. Eu adoro a substância que se encontra na cidade, as diferentes origens, as roupas únicas, não se encontra isso em qualquer cidade", disse Horst A. Friedrichs à BBC Brasil.


Por não gostar de dirigir, ele próprio ia de bicicleta de sua casa, em Kingston-upon-Thames, nos arredores de Londres, até a capital para tirar as fotos que agora fazem parte do livro "Cycle Style", da editora Prestel.



Fotógrafo captura estilo de ciclistas em Londres


"Para mim, pedalar representa liberdade. Carros só trazem estresse, procura por vagas, impostos."


Entre as pessoas retratadas por Friedrichs, que se considera mais um fotojornalista que um fotógrafo de moda, estão o dançarino Para, ao lado de sua bicicleta folheada a ouro, e participantes da Tweed Run de 2011, evento descrito como "um passeio de bicicleta metropolitano com um pouco de estilo".


Há também um brasileiro, retratado com seu impressionante bigode no mercado de Spitalfields, no leste de Londres.


Outra das fotos mostram um ciclista com uma tatuagem no braço que diz: "Ride it Like You Stole it" ou "Pedale Como se Tivesse Roubado [a bicicleta]", em tradução livre.


"Usar bicicletas para se locomover em cidades já foi visto como uma coisa hippie, mas isso mudou. Elas são o transporte do futuro", diz Friedrichs.

http://www.jornalfloripa.com.br/artisticasenovelas/index1.php?pg=verjornalfloripa&id=5196

Empresa suíça cria bicicleta inspirada em Lamborghini

   Reprodução

Especializada no desenvolvimento de tecnologias para bicicletas, a empresa suíça BMC lançou uma linha especial inspirada na marca de carros Lamborghini. A série é limitada e conta com um design elaborado especialmente para atingir grandes velocidades.
   Reprodução
O quadro da bicicleta é produzido com fibras de carbono, com câmbios da marca Shimano, que desenvolveu uma tecnologia especial para as trocas de marchas. Outros detalhes, como o logotipo da marca, foram feitos à mão.
   Reprodução
As 30 unidades fabricadas serão vendidas em lojas exclusivas da BMC. Quem quiser adquirir o modelo, deve se preparar para desembolsar cerca de US$ 26 mil (R$ 48 mil).

EUROS, DOLARES E BICICLETAS


Tenho pouco de economista, mas como cidadão e como consumidor tenho o direito e o dever de questionar o comportamento do mercado, sim, porque estando numa economia de mercado, o preço varia consoante a relação entre a oferta e a procura de determinado produto.
No nosso caso, o produto é a bicicleta, seus componentes e todo o resto que lhe está associado.
Ora bem, então a minha dúvida prende-se com o facto de a conjuntura internacional estar a favorecer o Euro em alguns aspectos.
Um deles é o facto de estar mais forte em relação ao dóllar, o que faz com que para comprarmos um produto proveniente dos Estados Unidos, tenhamos de despender menos euros, o que favorece as importações.
Pelo contrário, sendo o euro mais caro, as exportações saem prejudicadas, visto terem de despender mais dólares para comprar um produto.
Esta é a análise que faço do mercado enquanto leigo em matéria de economia.
Agora faço então a seguinte pergunta, se nós (importador) precisamos de despender menos euros para comprar uma bike fabricada nos States, tal como a specialized, cannondale, santa cruz, etc, porque será que o preço delas no mercado nacional continua a subir?
Será que é a mesma questão do petróleo?
Será que há por aí uma refinaria que faz elevar o preço final do produto, neste caso a bike?
Será que algum de vocês que seja mais entendido nesta matéria pode esclarecer o pessoal?
Acho que é legítimo eu fazer esta pergunta tendo em conta que cada euro vale um dólar e meio e as bikes lá fora não aumentaram tanto assim de preço nos últimos tempos.
Há alguém que saiba explicar?
Por e-mail: Sandro Siqueira