sexta-feira, 30 de março de 2012

2° Campeonato LMC de Ciclismo 2012 - 2° etapa - Contagem/MG

Neste domingo!











Data: 01/04/2012
Local: Parque Linear de Contagem - Bairro Cabral
Percurso: aproximadamente 4 Km com virada nos cones
Concentração: 6:00 h
Largada: 7:00 h (MTB, estreante e Amadora)

Largarão depois com intervalo de 15 minutos:

Juntos:
-Juvenil
-Feminino
-PNEs
-Giro 30 PL
-Giro 30 PP

Juntos:
Master A
Master B
Master C

Juntos:
Elite
Open

Locais de Inscrição:

Bici Shop 3292-8422 (B.Gutierrez)
Campolina's Bike 3426-5603 (B.Palmares)
Giro Sportcenter 2552-2515 (B. Sion)
Green Max 3441-4161 (B. São Luiz/Pampulha)
Iken Fix 3286-8199 (B. Belvedere)
Mais Bike 3261-2702 (B. Savassi)
Tripp Aventura 3292-7229 (B. Cidade jardim)


INSCRIÇÕES:
As inscrições para a 2° etapa se encerram no dia 29/03 (quinta)
Somente nas lojas credenciadas.
ATENÇÃO: Não faremos inscrições por telefone ou em outros locais, exceto para atletas do interior de Minas e outros estados.
Valor da inscriçao:
-R$40,00 Antecipada
-R$60,00 Antecipada duas categorias
-R$55,00 no dia do evento. Exceto para atletas do interior e outros estados.
-R$110,00 dias categorias no dia do evento
-Categoria Juvenil paga metade.
-Caso desejar correr 2 categorias, fazer a inscrição antecipada nas lojas.
-Atletas do interior ou outras capitais poderão fazer inscrições na hora do evento.
-Todas as inscrições antecipadas concorrerão a 1 computador oferecido pela Microcity.

PREMIAÇÃO:
Troféu do 1° ao 5° colocado + pontuação
Premiação em vale gasolina somente para o primeiro colocado de cada categoria abaixo:

Elite - R$250,00 (em vale gasolina)
Open - R$200,00 (em vale gasolina)
Master A - R$150,00 (em vale gasolina)
Master B- R$100,00 (em vale gasolina)
Master C - R$100,00 (em vale gasolina)
Amadora - R$100,00 (em vale gasolina)
MTB - R$100,00 (em vale gasolina)

Premiação válida com um mínimo de 5 atletas inscritos na categoria.

Tempos de prova:
Ao término de uma categoria, teremos o tempo de 15 minutos para nova largada.
Elite: 1 hora + 1 volta
Open: 50 min + 1 volta
Master A: 45 min + 1 volta acima de 30 anos
Master B: 40 min + 1 volta Acima de 40 anos
Master C: 35 min + 1 volta Acima de 50 anos
Amadora: 40 min + 1 volta + 1 volta (Somente para quem nunca competiu)
Estreante: 30 min
MTB: 35 min + 1 volta
Juvenil: 20 min + 1 volta (15 /16 anos)
Feminino: 30 min + 1 volta
PNE - 30 minutos
Giro 30 PP 30 min + 1Volta
Giro 30 PL 35 min + 1 Volta

-Será pontuado até o 5° colocado de cada categoria nas seguintes sequências:
1°- 20 pontos
2° - 17 pontos
3° - 15 pontos
4° - 13 pontos
5° - 11 pontos

Ao final do campeonato será fornecido um certificado de campeão 2012 da LMC.
Leiam com atenção as regras abaixo antes de se inscreverem.
- A largada será dada pontualmente.
- Atleta que se atrasar perderá o direito de correr na categoria que estiver inscrito.
- Todo atleta deverá preencher corretamente o termo de responsabilidade para correr. Caso contrário será desclassificado.
- Reservo o direito de alterar a data se necessário e não haverá devolução de inscrição e nem transferência para outra etapa.
-É obrigatório para a categoria MTB o uso de pneus MTB, e pé de vela com coroa no máx. de 48 dentes.
- Não será permitido a categoria MTB correr com pneus lisos (carecas).
-Obrigatório uso de capacete
-Em caso de acidente, o atleta será removido para o Pronto Socorro mais próximo.
-Em caso de pneu furado ou avaria mecânica, o atleta deverá se posicionar no espaço reservado para a manutenção e valerá a volta. Para retornar à prova, deverá aguardar na linha de chegada o último da sua categoria passar com os pés no chão.
-Qualquer discursão, bate boca ou atitude antiesportiva durante a prova o atleta será suspenso de toda a temporada 2012.
-Em caso de reclamação o atleta deverá procurar a tenda da organização, preencher um formulário, pagar a taxa de R$100,00 e aguardar o julgamento. Caso seja procedente a reclamação será devolvida a taxa. Caso o atleta insistir na reclamação junto ao diretor de prova será suspenso imediatamente.
-O atleta não poderá subir no pódium usando capacete ou chinelos e camisa sem manga
-O atleta não poderá correr de camisa sem manga.
-A premiação ocorrerá 15 min ao término da última categoria.
-O atleta que não comparecer para a premiação sem prévio aviso será desclassificado.
-Nenhum atleta poderá entrar na tenda da organização sem prévia autorização.
-Reservo o direito de uso de todas as fotos tiradas no evento.

-As fotos serão publicadas no blog: http://www.pedaldofrangofotos.blogspot.com/e estarão liberadas, sendo obrigatório colocar o nome do fotógrafo (direitos autorais).
-Será fornecido pela organização água e frutas para os atletas.
-Todo o lixo produzido pelo atleta terá apenas um local de descarte, próximo à linha de chegada, onde a organização se encarregará de fazer a limpeza.
-Atleta que for pego urinando fora das instalações próprias será desclassificado e corre o risco de ter problemas com segurança local (Polícia Militar).
- Todo atleta menor de idade deverá ter a inscrição assinada por um responsável maior de idade que deverá estar presente durante a prova.

Organização e Supervisão:
Liga Mineira de Ciclismo
Lei Federal n° 9.615/98 (Lei Pelé) de 24 de Maio de 1998
Decreto Lei 3.944 de 28/09/2001

Patrocinadores:
Bici Shop 3292-8422 (B.Gutierrez)
Campolina's Bike 3426-5603 (B.Palmares)
Giro Sportcenter 2552-2515 (B. Sion)
Green Max 3441-4161 (B. São Luiz/Pampulha)
Iken Fix 3286-8199 (B. Belvedere)
Mais Bike 3261-2702 (B. Savassi)
Tripp Aventura 3292-7229 (B. Cidade jardim)
RDMec
Microcity
Tex Kar Ipiranga

Apoio:
Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Contagem
Bim Resgate
By Japão
GWR
Homecinema

Assessoria de imprensa
Kilates Marketing de Relacionamento Empresarial

Demerson Furtado Pulis Gomes
Presidente
Liga Mineira de Ciclismo

Ricardo Alcici confirma participação na 2ª etapa do Campeonato LMC 2012


O atleta Ricardo Alcici, que na semana passada conquistou medalha de ouro no Campeonato Brasileiro de Pista em Maringá, confirma sua participação na 2ª etapa do Campeonato da Liga Mineira de Ciclismo.

Josimar Bicicletas / ES


É com imenso prazer que a Josimar Bicicletas vem informar que a partir de abril seremos revenda dos pneus Continental. Além das marcas Michelin e Schwalbe, que já trabalhamos. Em breve receberemos a primeira encomenda de pneus aro 26 e 29.
Forte abraço a todos.

Josimar Bicicletas
Manutenção em suspensões e bikes
Peças e acessórios
www.josimarbicicletas.blogspot.com

Elber Mourão: materia do jornal Eh Notícias



















fonte:http://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/?ui=2&ik=db6179bd18&view=att&th=1366107ee83621f7&attid=0.1&disp
=inline&realattid=f_h0ei2ryr0&safe=1&zw&saduie=AG9B_
P8cwfVOCcfGW4tf5r9_Bw9p&sadet=1333120336490&sads=3VgeRnPjELaru-aycoCmKqyvK1o&sadssc=1

A “hora da Terra” une os habitantes do planeta

30.03.2012, 18:21
A “hora da Terra” une os habitantes do planeta
foto: EPA
Imprimirenviar por E-mailPostar em blog
Cerca de dois bilhões de pessoas, incluindo quinze milhões de russos, irão participar da atual “Hora da Terra”, - a maior ação ecológica no mundo, realizada anualmente pelo Fundo Mundial de Natureza Selvagem no último sábado de março, a fim de poupar os recursos do planeta.

A “Hora da Terra” vem no dia 31 de março, às 20 horas e 30 minutos, hora local. Para participar da ação, basta desligar por uma hora a luz no apartamento ou no escritório. Alekssei Kokorin, dirigente do projeto “O clima e a produção da energia” do “Fundo Mundial da Natureza Selvagem” revelou na entrevista à “Voz da Rússia” que no ano em curso este evento internacional anual é dedicado aos problemas do Ártico.

"A ação é promovida sob o slogan “vamos mostrar que nós todos estamos coesos na luta contra a poluição do Ártico”. É sabido que o maior perigo representam os derramamentos do petróleo. Agora temos mais um problema com uma plataforma no mar do Norte. Mas neste local não existe o gelo. Quanto aos locais, cobertos de gelo, no Ártico não existe de um modo geral nenhuma tecnologia de recolha de petróleo e de liquidação de derramamento do petróleo sobre o gelo. É preciso compreender, certamente, que a “hora da Terra” é uma ação de solidariedade geral, que o apagamento da luz e da iluminação externa dos prédios é, antes, um ato ostensivo. Certamente, uma pequena economia de energia elétrica se consegue mesmo durante uma hora mas tudo se faz em prol da exibição de que existe um movimento uno milhões de pessoas."

O Fundo resolveu organizar um concurso peculiar “Salvar o mundo por aposta!”. Companhias, comunidades e simples cidadãos podem fazer apostas prometendo realizar uma ação extraordinária em prol da salvação da natureza. Pode-se anunciar as suas intenções em público inserindo um filme – promessa em diversas redes sociais. Concluída a “façanha” é preciso apresentar um relatório em vídeo. Os autores das façanhas mais peculiares serão premiados com um jogo de lâmpadas de diodo luminosos com o logotipo do “Fundo Mundial da Natureza Selvagem”.

Aliás, o desligamento da luz por uma hora não é o único meio de salvar o mundo da catástrofe ecológica. Os ciclistas da Rússia inventaram o seu próprio método de luta pela preservação do meio ambiente. Irão comemorar a “Hora da Terra” com a maratona “vaga-lumes – ciclistas”. O transporte mais ecológico,a bicicleta, será enfeitado com lâmpadas de diodos luminosos especiais. “Cavalgadas” rápidas e pitorescas de veículos de duas rodas irão partir simultaneamente em 40 cidades do país. Desta corrida ciclista irão participar ao todo cerca de quatro mil pessoas, entre as quais haverá não somente cidadãos da Rússia, - relata Petr Dvoriankin, dirigente do movimento ecológico dos ciclistas.

"Em Moscou o trajeto básico passa pela pista ciclista ao longo da avenida Vernadksi e, a seguir, pelo território da Universidade de Moscou. O nosso trajeto é simples e interessante. Estudantes turcos e chineses, que fazem cursos em Moscou, manifestaram a vontade de participar da corrida. Portanto, teremos um pequeno componente internacionalista."

Fazemos lembrar que a “Hora da Terra” foi realizada pela primeira vez em 2007, na cidade australiana de Sidney, na qualidade de ação particular do “Fundo da Natureza Selvagem”. A ação teve, inesperadamente, amplo apoio internacional e já em 2009 chegou a ser o maior “flashmob” na história da humanidade. A “Hora da Terra” conta com um número cada vez maior de países e cidades-participantes. Hoje em dia a ação já se passa em todos os seis continentes da Terra.

http://portuguese.ruvr.ru/2012_03_30/70141656/

Ciclista vai pedalar de Natal ao Rio de Janeiro para contar sua história a Luciano Huck

Raimundo Ferreira, de 33 anos, já fez o percurso Natal-São Paulo em 2009

Diário de Natal

Publicação: 29/03/2012 09:44 Atualização: 29/03/2012 10:16

 (Ana Amaral/DN/D.A Press)























O ciclista potiguar Raimundo Ferreira, de 33 anos, é um verdadeiro exemplo de perseverança. Após deixar para trás a infância complicada na cidade de Taipu, ele veio morar em Natal. Em 2009 realizou seu primeiro sonho e fez o trajeto Natal-São Paulo de bicicleta. Agora ele procura mais uma conquista, ir de Natal para o Rio de Janeiro pedalando e contar sua história para o apresentador Luciano Huck.

Aos 12 anos, Raimundo tomou uma decisão difícil. Segundo ele, por ser mal tratado pela sua mãe, ele resolveu fugir de casa, na cidade de Taipu, onde sua família foi morar após deixar Alto do Rodrigues, cidade onde nasceu, e buscar uma vida melhor na capital potiguar. Então o interiorano começou a trabalhar como padeiro, mas logo depois resolveu ingressar na profissão que tem até hoje, vendedor de salgados, que ele mesmo produz. Mas ao mesmo tempo que trabalhava, ele não deixava de lado outra grande paixão, o ciclismo.

E foi exatamente por gostar de pedalar que em 2009, aos30 anos, depois de muito tempo de planejamento, Ferreira decidiu realizar um dos seus sonhos. Sair de Natal até São Paulo de bicicleta. O caminho não foi nada fácil. "Tudo foi bancado por mim. A maior parte do tempo eu tive que dormir no mato, pois não tinha como dormir em hotel, pois não tinha dinheiro. Também passei noites em quartéis. Só consegui chegar em São Paulo pelas amizades que fiz no caminho. Pessoas conheciam minha história, até me paravam no caminho e me ajudavam com algum dinheiro", recordou.

Chegando em São Paulo vieram mais dificuldades. Sem dinheiro, ele morou um mês debaixo de um viaduto. Depois conheceu algumas pessoas que lhe ensinaram a ser borracheiro, profissão que exerceu até 2010, quando decidiu voltar para Natal. Foram mais 24 dias de estrada.

Agora Raimundo tem mais um missão pela frente. O objetivo do potiguar é pedalar de Taipu até o Rio de Janeiro e poder contar a sua história para o apresentador Luciano Huck. "Sempre acompanho o programa do Huck e vejo que ele semrpe ajuda as pessoas com boas histórias. Eu tenho o sonho de ter minha casa própria. Quem sabe ele me ajuda a conquistar esse sonho". Ele explicou o motivo pelo qual não junta dinheiro e faz a viagem de avião ou de trem.

"Nada na minha vida foi fácil. Sempre tive que ralar muito para conqusitar meus objetivos e não seria diferente na busca de mais esse sonho. Quero passar por todas as dificuldades para valer ainda mais a pena. Vamos buscar o apoio de pratocinadores e da população para conseguir", finalizou.

Ciclovia é para pedalar!

É decepcionante, mas é cada vez mais difícil vermos manifestações de educação e bom senso por parte do ser-humano.

Já escutei algumas vezes e não quis acreditar no absurdo que algumas pessoas vieram me contar. Uberlândia terá uma ciclovia, isso não é novidade mais, mas é incrível como a população, como o digníssimo povo uberlandense consegue tornar tudo, até mesmo o que deveria ser uma solução, em um problema.

O tal problema eu já havia previsto, até me senti um desses caras que sempre aparecem em programas de auditório no final de ano para dizer o que vai acontecer, que isso ia acontecer em um post que foi ao ar no dia 30 de novembro falando exatamente sobre o mal uso das ciclovias.

Bom, a situação é que tem pedestre achando que aquela pista é de caminhada e/ou de corrida. Posso falar uma coisa… NÃO É!

Vou explicar para essas pessoas especificamente o que é e para que serve uma ciclovia, para isso bastou eu consultar um dicionário: CICLOVIA (ou pista ciclável) é um espaço destinado especificamente para a circulação de pessoas utilizando bicicletas. Entendeu ou quer que eu desenhe?

Ok, tá certo que ninguém é obrigado a saber de tudo, e é aí que entra a conscientização e para chegar a isso, é necessária uma boa campanha para tal. Vejo aí outro problema, até quando os órgãos competentes vão esperar para iniciar essa campanha? Vão esperar a ciclovia e toda a obra da Avenida Rondon Pacheco ficar pronta? Vão esperar acontecer acidentes? Acho que vão esperar algum cabeça quente matar um que o enfrente em um dia ruim, aí vai aparecer no jornal, na TV e talvez assim eles darão inicio a uma boa campanha para conscientizar as pessoas, de que a Ciclovia foi feita para as bicicletas e não para os pedestres.

Concordo que falar é fácil e entendo perfeitamente a situação de cada um, tanto a do ciclista quanto a do pedestre, e infelizmente em muitos trechos é bem complicado de andar na calçada, pois tem lugar que ela nem existe, tem lugar que os bares tomam conta da rua, e lugares que se insistir em continuar na calçada é capaz de nos perdermos no meio do mato e nem conseguir sair do outro lado. Infelizmente as condições básicas deixam a desejar e quem sofre com isso somos nós, os ciclistas e os pedestres.

Mas, eu peço ao pedestre, por favor, evite usar a ciclovia, caso não tenha outra saída olhe para os lados e confira se não tem ciclista passando e ande no canto e não no meio. Caso esteja em grupo em hipótese nenhuma ande lado a lado, pois fazendo isso você bloqueia toda a ciclovia.

A solução para convivermos bem é muito simples, basta um respeitar o espaço do outro!

Acesse meu site, rafaelfarnezi, siga-me também no twitter, @faelpreto.

Grande abraço a todos!

http://www.correiodeuberlandia.com.br/diariodeumtriatleta/2012/03/28/e-ciclovia-e-nao/

Volta da França: Organização quer dar amarela de 2010 a Andy Schleck

HERDOU NA SECRETARIA A VITÓRIA A CONTADOR

O diretor da Volta a França, Christian Prudhomme, assegurou esta quarta-feira, numa entrevista ao diário belga "Le Soir", que quer organizar um ato que coroe oficialmente o ciclista luxemburguês Andy Schleck como vencedor da edição de 2010.

Ainda sem data marcada para a cerimónia, Prudhomme quer que esta sirva para entregar de forma simbólica a camisola amarela e o troféu e que se realize no Luxemburgo.

"Esperamos que todo o mundo conheça publicamente que o Andy é o nosso vencedor de 2010, ainda que ele tenha ganho e vá ganhar muitas outras coisas em cima da bicicleta", esclareceu ao "Le Soir".

Protagonista com Contador de uma dura luta pela camisola amarela na Volta a França de 2010, Andy Schleck, derrotado na estrada e o eterno segundo na prova francesa, herdou na secretaria a vitória, depois da desclassificação do espanhol pelo positivo por clembuterol no segundo dia de descanso dessa edição.

Esta será a segunda coroação que a organização da Volta a França leva a cabo depois de "despromover" o seu vencedor inicial, devido a casos de doping.

Em 2007, depois de 15 meses de espera, o espanhol Oscar Pereiro recebeu a amarela que era de Floyd Landis, desclassificado por um positivo por testosterona.

http://www.record.xl.pt/Modalidades/Ciclismo/interior.aspx?content_id=748720

Australiana minimiza críticas de rival e promete "quebrar limites"

Anna Meares admitiu que a rivalidade com Pendleton impede que possam ser amigas fora das pistas. Foto: Getty Images

Anna Meares admitiu que a rivalidade com Pendleton impede que possam ser amigas fora das pistas

Na quarta-feira, a britânica Victoria Pendleton acusou a australiana Anna Meares de ser uma ciclista que gosta de quebrar regras. A ciclista se referia há uma prova disputada há cinco anos, na qual levou uma fechada irregular da adversária e acabou caindo da bicicleta. A crítica esquentou a rivalidade entre as duas para os Jogos Olímpicos de Londres. Nesta quinta, Meares prometeu quebrar os limites durante o evento.

» Ronaldinho? Júlio César? Escolha quem você levaria para a Olimpíada
» Vote e eleja a mais bela atleta do Mundial Indoor de Istambul

Em entrevista divulgada pelo jornal The Herald Sun, Anna Meares afirmou que é justo dizer que todos os esportistas querem quebrar os limites, e que com ela não é diferente. Assim, ela tenta fazer isso em termos de força, poder físico, nas táticas adotadas durante as provas e na habilidade para pedalar pelo traçado. "Às vezes, as linhas se cruzam", justificou, em referência ao embate com Pendleton.

Meares afirmou que se orgulha muito do estilo desenvolvido ao longo dos anos e afirmou que é elogiada pela postura nas pistas, pela animação que causa durante as competições. E prometeu seguir da mesma maneira em Londres, onde reencontrará Pendleton, atual campeã olímpica. As duas pouco têm se falado desde 2006, quando uma manobra da australiana causou a queda da britânica.

Anna Meares ressaltou que sempre teve respeito por Victoria Pendleton e que nunca tratou dela de forma diferente, mas reconheceu que uma amizade entre as duas é algo improvável diante de tanta rivalidade. Talvez, arriscou a australiana, as duas possam esperar até se aposentarem para decidirem como vão se tratar nas relações pessoais.

Londres 2012 no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, que serão realizados entre os dias 27 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura contará com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5692079-EI19410,00-Australiana+minimiza+criticas+de+rival+e+promete+quebrar+limites.html